Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

País registra 2.545 novas mortes por Covid-19

Média móvel de mortes nos últimos sete dias chegou a 1.944. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi negativa em 23%, indicando tendência de queda nos óbitos decorrentes do vírus


Por Tribuna

12/05/2021 às 21h47

O Brasil registrou 2.545 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando, nesta quarta-feira (12), 428.256 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos sete dias chegou a 1.944. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi negativa em 23%, indicando tendência de queda nos óbitos decorrentes do vírus.
Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa, consolidados às 20h desta quarta.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 15.361.686 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 76.638 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos sete dias foi de 60.746 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação positiva de 1% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos.

O conteúdo continua após o anúncio

Conforme o Ministério da Saúde, o número de casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus subiu para 15.359.397. Em 24 horas, as autoridades de saúde confirmaram 76.692 novos diagnósticos positivos da doença.

Já o total de mortes em função da Covid-19, ainda segundo o Governo federal, subiu para 428.034. Nas últimas 24 horas, foram acrescidas às novas estatísticas 2.494 novos óbitos.
O número de pessoas que se recuperaram da doença desde o início da pandemia alcançou para 13.942.217. Isso equivale a 90,7% do total de pessoas que foram infectadas com o vírus.

Tópicos: coronavírus

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia