Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Reinvenção do salpicão nosso de toda comemoração

Dona Jucenilda ensina receita de salpicão de forno cheia de memórias afetivas


Por Cecilia Itaborahy, estagiária sob supervisão de Wendell Guiducci

26/03/2021 às 07h00

Salpicão não tem muito erro. É uma salada, cheia de ingredientes, da qual, por ser bem versátil, cada família guarda uma receita, e é quase unanimidade nas comemorações brasileiras, principalmente no verão, bem fácil de ser feita. Acaba que a base é uma só: frango desfiado, cenoura, maionese, batata palha e mais o que a criatividade mandar, tudo misturado e, geralmente, cru mesmo – exceto o frango, claro. Na casa de Luiz Eduardo Ferreira, a receita de salpicão da família surgiu há 15 anos, a partir da reinvenção de uma maionese de forno que sua mãe encontrou em um caderno de receitas deixado pela sogra, muito bem guardado há mais de 30 anos. Além de levar todos esses ingredientes tradicionais, o salpicão de forno da Dona Jucenilda tem também molho e queijo: os segredos do sucesso do prato.

Dona Jucenilda guarda, há mais de 30 anos, livro de receitas deixado pela sogra e, até hoje, tira dele suas maiores inspirações para cozinhar.

“Para mim, essa receita tem gosto de mãe, e eu tenho muito apego emocional por causa disso”, conta Luiz Eduardo, administrador que cresceu acompanhando os dotes culinários de sua mãe, a Dona Jucenilda, cozinheira de mão cheia, como ele diz. Ele não conheceu a avó paterna, mas, a partir das reinvenções gastronômicas da mãe, consegue sentir o sabor de sua comida. “Minha avó deixou um livro de receitas todo datilografado, é a herança dela para minha mãe. É de lá que ela, até hoje, tira a inspiração para criar as receitas”, diz Luiz, que, agora, está à frente do restaurante Dona Caseira, criado na pandemia junto com a sua mãe e outros integrantes da família.

Luiz não precisou se aventurar tanto na cozinha, apesar de gostar desse meio, já que cresceu vendo sua mãe preparar variados pratos. O que ele herdou de Jucenilda, de acordo com ele, foi a “veia empreendedora”. Por isso, a ideia do administrador foi levar às outras casas o que ele tinha na sua: o tempero da mãe, baseado nos segredos da avó. “Hoje, a gente tem uma loja que funciona quase que como uma linha de produção dos pratos, mas sem perder o aconchego de uma comida de família, que é o que a gente quer transmitir.”

O conteúdo continua após o anúncio

Na cozinha de casa não falta criatividade, e Dona Jucenilda recria pratos ainda mais tradicionais, como a lasanha que, em sua versão, é frita. Como a ideia é que todo mundo sinta esse sabor, o salpicão de forno da Dona Caseira, carregado de memória afetiva e mineiridade, é fácil de fazer, além de ser uma ótima pedida para as comemorações e para os almoços de domingo em família que estão por vir.

Salpicão de Forno Dona Caseira

Ingredientes:
200g de filé de peito de frango
Sal a gosto
Tempero a gosto
100ml de água
50g de presunto ralado
60g de milho verde
40g de creme de leite
100g de cenoura ralada
150g de batata palha
250g de maionese
250g de molho branco
180g de mussarela ralada

Modo de preparo:
Cozinhe o filé de peito acrescentando água, sal e tempero a gosto. Ao final do cozimento, desfie o frango. Em um recipiente, misture o frango desfiado, cenoura, batata palha, milho e presunto. Acrescente a maionese e o creme de leite e misture. Fazer o processo do salpicão comum. Em uma travessa (marinex), monte na seguinte ordem: uma camada de molho branco, uma camada de salpicão, uma camada de molho branco e finalize com uma camada de mussarela. Leve o salpicão ao forno por 10 minutos em forno pré-aquecido ou até dourar o queijo mussarela. Finalize a receita cobrindo a travessa com batata palha.

Leia também: Para sair do óbvio: cookie vegano

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia