Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Tilápia e mandioquinha: combinação irresistível

Adriano Lombé ensina prato que mistura o que aprendeu com a tia e com o Abílio


Por Cecília Itaborahy, estagiária sob supervisão de Wendell Guiducci

14/05/2021 às 07h00

tilápia

Adriano Lombé saiu de Recreio e veio para Juiz de Fora em busca de oportunidade, mas, na verdade, o que encontrou na cidade foi alguém que o impulsionou a desbravar um lado que ele sempre carregou, mas nunca tinha tido, realmente, espaço: a cozinha. Depois de alguns anos trabalhando em uma pastelaria, Abílio surgiu para ele como uma esperança, já que o estabelecimento iria fechar e ele temia o desemprego. Logo, o responsável pelo mais famoso fígado com jiló de Juiz de Fora, além de oferecer emprego no tradicional bar da Rua Fonseca Hermes, foi escola para que ele se descobrisse na profissão e, agora, retornasse a Recreio de um outro modo: criando pratos que surpreendem, como a tilápia e seus acompanhamentos que hoje ele ensina ao leitores.

“Eu olhava o Abílio cozinhando com carinho e, na primeira oportunidade que tive, abracei a cozinha”, conta Adriano que, além disso, diz se espelhar em Abílio. Mas, puxando na memória e retornando a sua infância, ele lembra de, já com 7 ou 8 anos, aproveitar as panelas antigas de sua mãe e brincar de cozinha com alguns amigos, na roça. Mas foi o tradicional cozinheiro de Juiz de Fora que o despertou para a profissão e para, futuramente, empreender.

No Bar do Abílio, Adriano se encontrou no preparo das comidas de botequim, nos petiscos feitos para acompanhar a cerveja e acabou por se apaixonar por essa área. Ao longo dos 16 anos que passou cozinhando por lá, disse que fez inúmeros contatos que são, até hoje, importantes. “Juiz de Fora me acolheu e eu fiz minha vida nela.” Mas, aos poucos, ele foi percebendo que queria mesmo era “voar” e dominar outros preparos e, por fim, inventar os seus próprios.

Depois de passar por estabelecimentos em Juiz de Fora e no Rio de Janeiro, ele, agora em Recreio, e com a ajuda da esposa, gosta de reinventar pratos e a si mesmo. Adriano conta que senta, conversa com a companheira, lê muito, vai montando na cabeça, depois na cozinha, onde experimenta as invenções, e, por fim, surpreende mesmo. A tilápia ao molho de camarão acompanhada de arroz siciliano e purê de mandioquinha ele aprendeu com a tia, cozinheira de mão cheia, de acordo com ele. Mas, com o tempo, ele foi inserindo alguns truques na receita, até que ela ficasse como é hoje: irresistível. O almoço do final de semana está garantido.

Tilápia ao molho de camarão acompanhada de arroz siciliano e purê de mandioquinha

Por Adriano Lombé

Preparo: 40min
Rendimento: 2 porções

Para o purê
Ingredientes:
250g de mandioca cozida
½ colher de (café) de sal
½ cebola pequena ralada
1 dente de alho picadinho
1 colher de manteiga
Cebolinha verde picada a gosto
Água do cozimento para dar o ponto do purê

O conteúdo continua após o anúncio

Modo de preparo:
Cozinhar a mandioca com água e sal, até que fique bem molinha. Depois de cozida, ainda quente, amasse ou passe no espremedor, retirando aquele fio do meio da mandioca. Reserve. Em uma panela, coloque a margarina, a cebola, o alho e deixe fritar um pouco. Depois, acrescente a mandioca amassada ou espremida na panela e vá pingando a água do cozimento, ajuste o sal e dê o ponto como purê de batata. Ajuste o sal e desligue. Depois, acrescente a cebolinha verde.

Para o peixe
Ingredientes:
2 filés de tilápia grande.
Alho picadinho a gosto
1 limão-taiti
Sal e pimenta do reino a gosto

Para empanar:
1 xícara de chá de farinha Panko
1 xícara de farinha de trigo
1 ovo inteiro
1 colher de sopa de água
Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Comece temperando os filés. O tempero é a gosto do freguês, eu usei suco de limão, sal, pimenta do reino moída na hora e um fio de azeite. Deixe-os marinando por 5 minutinhos enquanto você prepara os demais ingredientes. Para a farofinha Panko temperada, use as raspas do limão em um bowl, coloque 1 xícara de panko, um pouquinho de sal e pimenta a gosto. Reserve. Para empanar, eu gosto de temperar a farinha de trigo com um mix de pimentas, moídas na hora, e uma pitadinha de sal. Misture um ovo inteiro batido com uma colher de água e também tempere o ovo com sal e pimenta do reino. Gosto de misturar a água no ovo, pois além de fazê-lo render, não deixa aquela camada grossa dos empanados. Passe os filés, primeiro na farinha de trigo e dos dois lados, apertando com os dedos, depois no ovo e, por último, na farofinha Panko temperada, pressionando com os dedos, para o Panko aderir bem no peixe. Prontinho para fritar!

Para os camarões
Ingredientes:
250g de camarão pequeno temperado com sal fino
½ cebola pequena
1 tomate
½ pimentão vermelho
½ pimentão amarelo
Salsinha verde a gosto
Cebolinha verde a gosto
1 dente de alho
1 colher de (sopa) extrato de tomate
1 vidro pequeno de leite de coco

Modo de preparo:
Primeiramente, pique a cebola e o tomate. Os pimentões, corte em tiras. Pique o alho, pique a salsinha e a cebolinha verde. Em uma panela, refogue a cebola picada com alho com o azeite de oliva, até dourar. Coloque a salsinha e a cebolinha verde e continue refogando. Coloque o camarão para pré-cozinhar e pegar o gosto dos temperos. Em seguida, acrescente os tomates picados, pimentões e, após 3 minutos, coloque o extrato de tomate e, por último, o leite de coco. Está pronto, reserve.

Para o arroz siciliano
Ingredientes:
1 xícara (chá) de arroz
1 colher (sopa) de manteiga
1 dente de alho picadinho
600ml de água
1 limão siciliano (suco e raspas)
Sal a gosto
Açafrão a gosto

Modo de preparo:
Refogue na manteiga o alho e o arroz, coloque o sal e o açafrão, a água e cozinhe até que o arroz fique macio. Se necessário, coloque mais água. Quando o arroz estiver sequinho, misture o suco de limão, as raspas e é só servir.

Leia também: Mãe e filha, juntas, preparam simplicidade

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia