De Juiz de Fora para o mundo

PUBLIEDITORIAL

Estudante e recém-formado em administração, Matheus e Jorge estão, respectivamente, em Wolfsburg, na Alemanha, e em São Paulo (SP), depois de conquistarem vaga de estágio disputadíssima na Volkswagen e no Banco Santander.

Por Vianna Júnior

07/01/2018 às 07h00

De férias no Brasil, Matheus Faquini voltou ao Vianna Júnior para posar para a foto e relembrar um tempo que marcará sua vida para sempre

Eles precisaram usar todas as habilidades aprendidas não apenas na sala de aula, mas também com a vida em seus pouco mais de 20 anos. Participaram de disputas que atraíram cerca de 4 mil universitários e hoje vivem uma experiência única que os coloca em posição privilegiada para a construção de carreiras sólidas e bem-sucedidas.

De Juiz de Fora para o mundo,  oaluno e o recém-formadono cursode administração das Faculdades Integradas Vianna Júnior, Matheus Faquini e Jorge Gimenez têm muitas características em comum, mas talvez, a principal delas, seja a inquietude. Não é por menos que ambos, na visão do coordenador da graduação e da pós-graduação do núcleo Vianna/FGV, Stênio Tales Afonso, fazem o tipo “fora da curva”. “São rapazes de ouro”, acrescenta, impressionado com a determinação e a vontade de aprender sempre e mais dos dois.

Em junho do ano passado, Matheus se mudou para a Alemanha de olho na vaga de estágio de uma das maiores montadoras de automóveis do mundo, a Volkswagen. Depois de passar por um rigoroso e exigente processo de seleção, foi admitido em agosto como estagiário. Por questões contratuais, ele não pode detalhar muito suas atividades na empresa.

“Trabalho no setor de compras do exterior e lido com fornecedores de outros países. Além do português, falo em inglês e alemão e isso me ajudou a conseguir esse estágio. A empresa possui fábrica em vários países do mundo, como Estados Unidos, Rússia, México e Brasil. Quanto mais idiomas você fala, melhor, porque isso te deixa um passo à frente”, explicou o jovem de 22 anos, durante férias em Guarani, cidade onde cresceu. Ontem, embarcou de volta para a Alemanha, porque na segunda é dia de trabalho.

E trabalho duro que inclui apenas meia hora para almoço. “Mas estou feliz, aprendendo muito com essa oportunidade. Me lembro sempre de várias aulas que tive.Toda a minha base veio do Vianna, onde encontrei suporte para meu desenvolvimento. E tem, claro,meus pais que sempre me incentivaram”, contou Matheus, ao revelar sua pretensão de fazer carreira como executivo.Com o fim do estágio em março e a conclusão do curso a distância, ele acredita que tem grandes chances de continuar na montadora, entre outras, por ter passado pelo seletivo funil do estágio. “Mas o dia de amanhã a gente não sabe. Então vou fazendo minha parte para poder chegar lá”.

Dica de sucesso é ler muito e sobre tudo

Apaixonado por matemática, Jorge Gimenez começou nesta semana seu estágio na sede do Santader. “Meu projeto será gerar um relatório mais preciso ao que o banco tem hoje

Ele não teve muito tempo para arrumar as malas e nem preparar o coração para a grande experiência iniciada nesta semana, em São Paulo, na sede do Banco Santander. Peneirado em processo seletivo bastante concorrido, em dezembro, para um estágio de verão – janeiro e fevereiro -, Jorge Gimenez está atuando na área de análise financeira.

“Meu projeto será gerar um relatório mais preciso ao que o banco tem hoje”, observa o recém formado, que fez curso de verão, no ano passado, na Fundação Getúlio Vargas (FGV), em matemática e planeja mestrado na mesma área. Apaixonado pelos números, ele acredita que a junção dos conhecimentos adquiridos nos cursos de administração e engenharia tenha sido fator decisivo para sua escolha entre tantos candidatos.

Como dica para quem também deseja entrar no mercado de trabalho antes da formatura, Jorge recomenda a leitura. “São duas questões principais. A primeira é ler, e ler sobre tudo e muito. Para uma pessoa se identificar com algo precisa conhecer. A segunda é se empenhar bastante, abrir mão de algumas coisas, porque a faculdade passa muito rápido. Mas quem se empenha sai com um bom currículo, com um bom diferencial”.

Entre as vantagens do curso de administração das Faculdades Integradas Vianna Júnior, Jorge cita a proximidade com os professores e com o coordenador. “Sempre que tinha algum problema ou queria aprofundar maisem um estudo, tive um bom suporte da parte deles”. “Meu papel é de articulador e realizador de sonhos. Por isso, não apenas para estes dois excelentes alunos, Jorge e Matheus, mas como para todos, a gente procura auxiliar no que precisam e lançar desafios que os estimulem a buscar o melhor”,completa o coordenador Stênio Afonso.



Desenvolvido por Grupo Emedia