Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Carro branco é o mais vendido há dez anos

Preto continua como cor preferida no segmento de automóveis de luxo; já o prata apresentou queda em todas as regiões do mundo


Por São Paulo (AE)

30/12/2020 às 17h02

Há dez anos consecutivos, a cor branca é a favorita nos carros novos vendidos no mundo. O tom está em 38% dos automóveis emplacados em 2020 em todo o planeta. O dado faz parte da 68ª edição do Relatório Global de Popularidade das Cores Automotivas da Axalta, fornecedora global de tintas e esmaltes pra a indústria.

Por meio do relatório, produzido desde 1953, é possível verificar as tendências do mercado. A cor preta continua sendo a segunda mais escolhida – em 2020, manteve os 19% de preferência registrados em 2019.

Na América Latina, veículos na cor branca representam 41% do total
Foto:Honda/Divulgação

Já o cinza registrou crescimento de dois pontos porcentuais em relação ao último relatório e ficando em terceiro lugar, com 15% da preferência. Com isso, atingiu o nível mais alto de incidência em dez anos.

Fechando a lista das cinco tonalidades preferidas aparecem o prata (com 9%) e o azul (7%). As duas cores tiveram leve queda na preferência em relação ao estudo do ano anterior, de 1% e 2%, respectivamente.

Luxo

O relatório anual da Axalta traz vários dados interessantes. A empresa registra, por exemplo, que o preto continua a ser a cor preferida no segmento de automóveis de luxo. Já o prata apresentou queda em todas as regiões do mundo.

Da mesma forma, os recortes por região apontam particularidades. A preferência pelo branco é ainda maior que a média em várias regiões do globo. Na América Latina, representa 41%, porcentual, que sobe para 46% na África e 48% na Ásia. Já nos países da União Europeia, o branco tem os mesmos 25% de participação do cinza.

O conteúdo continua após o anúncio

Vermelho em queda

Ainda segundo o relatório, o vermelho perdeu representatividade nos países sul-americanos, incluindo o Brasil. A cor teve redução de dois pontos porcentuais em relação ao estudo feito em 2019. Dessa forma, aparece com 6% de presença nos carros novos. Já o azul subiu na mesma proporção, ficando com 5% das preferências.

Depois da branca, a prata é a cor mais desejada nos carros vendidos na América do Sul, com 20%. Entretanto, perdeu três pontos porcentuais na comparação com 2019. Em contrapartida, o cinza teve uma demanda maior na região, ficando com 15% do total, um ponto porcentual a mais que no ano anterior.

Cores peroladas

Houve ainda crescimento de participação das cores perolizadas. A branca pérola, por exemplo, ganhou dois pontos porcentuais ante os dados de 2019 e respondendo por 11% do total de veículos nessa tonalidade.

Enquanto isso, o branco sólido caiu dois pontos, embora ainda lidere a participação geral, com 27%. “As tendências de compra do consumidor refletidas no relatório impulsionam nosso desenvolvimento de cores para o futuro”, diz Nancy Lockhart, gerente global de produtos de cores da Axalta.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia