Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Operação conjunta realiza prisão por tráfico dentro de ônibus interestadual

A droga seria transportada de São João Nepomuceno para o Rio de Janeiro


Por Tribuna

29/07/2021 às 18h45

Um suspeito foi abordado por policiais militares dentro de um ônibus interestadual que faz a linha São João Nepomuceno (MG)/ Rio de Janeiro (RJ) na manhã dessa quinta-feira (29). O autor carregava R$ 26.304,00 e também com ele foram localizados e apreendidos 6.280 papelotes de cocaína e outros materiais que foram confiscados pela Polícia Militar. Duas pessoas foram presas em flagrante, por envolvimento na organização criminosa que praticava não só tráfico de drogas, mas também homicídios e outras infrações.

O conteúdo continua após o anúncio

Ainda de acordo com a Polícia Militar, até o momento, a operação conseguiu deter 46 pessoas. A ação conjunta contou com a participação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Regional da Zona da Mata, da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais e Polícia Civil do Estado de Minas Gerais.

Foram localizados e apreendidos 6.280 papelotes de cocaína, além de R$ 26.304,00 em dinheiro (Foto: PMMG)

Prisões por tráfico em Guarani

Em cumprimento de mandado de busca e apreensão, um homem de 34 anos e uma mulher de 26 anos foram presos em Guarani, que fica a 73 km de Juiz de Fora, nesta quinta-feira (29). No local foram apreendidos dois mil papelotes de cocaína, cujo valor de cada porção era R$ 10; quatro mil papelotes com valor de R$ 25 cada e R$ 26.300 em dinheiro. Também foram encontrados dois revólveres de calibre 32, nove munições do mesmo calibre intactas, 11 pinos de cocaína, 14 buchas de maconha, R$ 2.328 em dinheiro e um celular. A dupla foi encaminhada para a Delegacia de Polícia de Juiz de Fora.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia