Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Gaeco cumpre mandado de prisão contra político e empresário na Zona da Mata

Crimes contra a Administração pública resultam em prejuízo de mais de R$ 2 bilhões aos cofres públicos


Por Tribuna

14/09/2021 às 19h37

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu, nesta terça-feira (14), dois mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão nos municípios de Viçosa, Ervália e Araponga, na Zona da Mata mineira, contra um vereador e um empresário. Os dois são investigados por crime contra a Administração pública.

O conteúdo continua após o anúncio
Seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Ervália, Viçosa e Araponga (Foto: Divulgação)

A operação denominada “Marcos 4:22” apura atividades ilícitas na cidade de Ervália que, segundo investigações, gerou prejuízo de mais de R$ 2 bilhões aos cofres públicos do município. De acordo com o Gaeco, as apurações apontaram que empresários e agentes políticos estariam envolvidos em crimes como associação criminosa, peculato, fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

A ação desta terça contou com a participação de promotores de Justiça e de servidores do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), de tropas especializadas da Polícia Militar e da Polícia Civil.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia