Tópicos em alta: eleições 2018 / chuva / polícia

Quadrilha tenta arrombar caixa eletrônico em Dores do Turvo

Houve trocas de tiros com um vigilante. Uma pessoa já foi presa, e diversas armas e munições, apreendidas

Por Michele Meireles

11/01/2018 às 08h04 - Atualizada 11/01/2018 às 12h51

Armas de grosso calibre foram apreendidas durante buscas aos suspeitos. (Foto: Divulgação PM)

Bandidos trocaram tiros com um vigilante durante tentativa de assalto a um caixa eletrônico do banco Bradesco no prédio da Prefeitura de Dores do Turvo, município a cerca de 120 quilômetros de distância de Juiz de Fora. Um homem de 21 anos foi preso, e várias armas de fogo de grosso calibre e munições, apreendidas. O helicóptero Pégasus da PM foi para a cidade auxiliar nas buscas pelo restante de quadrilha, formada por pelo menos cinco pessoas.

De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, a ocorrência teve início por volta da meia-noite desta quinta-feira (11), na Praça Cônego Agostinho José de Rezende, Centro de Dores do Turvo, quando um vigilante do banco, que mora próximo à Prefeitura, ouviu barulhos vindos do local. Ele foi até o caixa e se deparou com o grupo tentando arrombar a máquina usando uma marreta.

O homem teria se identificado, e os assaltantes começaram a atirar. O vigilante revidou, e houve troca de tiros. No momento da ação, segundo a PM, um motorista que passava pelo local foi rendido pela quadrilha. A PM acredita que a intenção era usar o carro da vítima para a fuga. Porém, como o vigilante voltou a atirar, eles desistiram do roubo do carro, e o condutor conseguiu fugir. O veículo foi atingido pelos disparos, mas ninguém se feriu. A quadrilha fugiu no carro em que chegaram ao local, uma picape Fiat Strada.

A PM foi acionada pelo vigilante após a fuga. Os policiais encontraram no local 46 munições deflagradas de calibres 38, 12 e 9 milímetros. Também foi apreendido material explosivo. Um dos assaltantes teria sido reconhecido pelo vigilante como sendo um morador da cidade. A PM deu início ao cerco e foi primeiramente até a casa desse morador, que estava deitado em um cama. Os militares encontram no local o carro usado na fuga, oito armas de fogo – algumas de grosso calibre – e dezenas de munições. O suspeito confessou participação na ação criminosa.

O conteúdo continua após o anúncio

Foram localizadas quatro pistolas, sendo três calibre ponto 40 e uma 9 mm, dois revólveres calibre 38, duas espingardas calibre 12, dois coletes balísticos, grande quantidade de munições e a caminhonete Fiat Strada, placa de Belo Horizonte.

O suspeito disse que outras quatro pessoas, todas de Belo Horizonte, estavam com ele e se embrenharam em um matagal na zona rural da cidade. Outra arma de fogo foi apreendida na casa do irmão do preso. Policias fazem uma varredura em toda a área em busca da quadrilha.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Bradesco informou que “está avaliando os danos ocorridos para restabelecer o atendimento o mais breve possível. Os clientes da cidade podem fazer suas transações nas três unidades do Bradesco Expresso, correspondente bancário que oferece atendimento em estabelecimentos comerciais em horário diferenciado”.

Na última sexta-feira (5), durante entrevista coletiva em Juiz de Fora, o comandante da 4ª Região da Polícia Militar, que também é responsável pelo policiamento em Dores do Turvo, coronel Alexandre Nocelli, havia afirmado que os assaltos a agências bancárias era uma das preocupações da corporação. O oficial destacou, na ocasião, que a PM estava atenta aos casos e que o pelotão rodoviário da corporação iria auxiliar no combate a esta modalidade criminosa.

Tópicos:

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia