Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Corpo é achado carbonizado dentro de carro em Leopoldina

Suspeita é de que vítima seja um motoboy desaparecido; família já teria recebido ameaças. Ninguém foi preso


Por Sandra Zanella

05/07/2022 às 16h25

Um corpo foi encontrado carbonizado dentro de um carro, na tarde de segunda-feira (4), no município de Leopoldina, a cerca de cem quilômetros de Juiz de Fora. A Polícia Militar compareceu ao Morro do Cruzeiro após a circulação de vídeos nas redes sociais mostrando que um veículo pegava fogo no local. Devido ao estado do cadáver, não foi possível identificá-lo e nem a causa da morte, mas a suspeita é que a vítima seja um motoboy, de 39 anos, desaparecido desde a última quinta-feira.

O conteúdo continua após o anúncio

De acordo com informações do boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, como foi encontrado documento no carro em nome da possível vítima, militares seguiram até a casa do motoboy e conversaram com o pai dele, que confirmou o desaparecimento. Após quatro dias sem notícias do filho, ele pretendia seguir até uma delegacia para registrar o sumiço, quando os policiais chegaram com a informação do corpo carbonizado.

A polícia obteve denúncia de provável motivação passional para o crime, mas nenhum suspeito foi encontrado. A perícia da Polícia Civil realizou os levantamentos de praxe no local, e o corpo foi encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML). O caso é investigado pela Delegacia de Leopoldina.

Tópicos: polícia

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia