Tópicos em alta: polícia / chuva

Funcionários da Cesama fazem manifestação no Centro

Atualizada às 09h50, do dia 19/05 Cerca de 250 funcionários da Cesama fazem uma manifestação na manhã desta terça-feira (17) na região Central de Juiz de Fora. A categoria, que já vem negociando melhorias trabalhistas desde o mês de fevereiro, saiu da Regional Sudoeste, localizada na Rua Monsenhor Gustavo Freire, no Bairro São Mateus, em direção […]

Por Juliana Netto

17/05/2016 às 10h27- Atualizada 19/05/2016 às 09h49

Atualizada às 09h50, do dia 19/05

Cerca de 250 funcionários da Cesama fazem uma manifestação na manhã desta terça-feira (17) na região Central de Juiz de Fora. A categoria, que já vem negociando melhorias trabalhistas desde o mês de fevereiro, saiu da Regional Sudoeste, localizada na Rua Monsenhor Gustavo Freire, no Bairro São Mateus, em direção à Câmara Municipal, no Centro. O grupo é acompanhado pelo Sindicato dos Professores (Sinpro/JF) e pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinserpu). As categorias são contrárias à Lei das Eleições que, segundo legislação dada pela Associação Mineira dos Municípios (AMM), desde o último dia 5 de abril, diz que os chefes de Executivo só poderão conceder reajuste para a revisão geral da remuneração dos servidores públicos com base no índice oficial da inflação – o IPCA – e limitado ao período que vai do dia 1º de janeiro deste ano à data da efetiva concessão da correção.

[Relaciondas_post]

O conteúdo continua após o anúncio

Com a passagem dos manifestantes, a pista sentido Centro da Avenida Presidente Itamar Franco ficou parcialmente interditada. Já na Rio Branco, o tráfego, também em direção ao Centro, manteve-se totalmente bloqueado por volta das 9h45, causando congestionamento na região. Por volta das 10h, as vias foram desobstruídas, e os manifestantes se reuniram próximo à escadaria da Câmara Municipal. O grupo pretende seguir para a sede da Cesama, localizada na Avenida Rio Branco com a Rua Afonso Pinto da Mota.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Purificação e Distribuição de Água e Serviços de Esgoto de Juiz de Fora (Sinágua), Edinaldo Ramos, não há nenhuma reunião marcada para esta terça. Uma reunião, entre categoria e companhia, foi agendada para o dia 24, às 14h30, no Ministério do Trabalho, para discutir questões referentes à negociação.

O aumento pleiteado pela categoria é a reposição pelo INPC (11,07%), mais 8% de ganho real. Em abril, a Cesama afirmou, por meio de nota, que teria oferecido reajuste de 11,07% a partir de junho, sendo que o retroativo aos meses de março, abril e maio seria pago em dezembro, caso o volume faturado da empresa superasse o previsto pela agência reguladora Arsae-MG para o período de abril a dezembro de 2016.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalha­dores no Serviço de Água (Sinagua), Edinaldo Ramos, a proposta pleiteada pela categoria é 11,07 % de reajuste pelo INPC, com data-base em 1º de março. Ainda conforme ele, diferente do que foi publicado anteriormente pela Tribuna, a categoria não reivindica os 8% de ganho real. 

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia