Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Apresentação do relatório final da CPI dos ônibus é adiada para agosto

Anteriormente previsto para julho, foi esticado para que análises sejam ‘técnicas e bem feitas’, afirma vereador

Por Tribuna

04/07/2019 às 12h32

A Câmara de Vereadores de Juiz de Fora prorrogou o prazo para a entrega do relatório final da CPI dos Ônibus para o dia 19 de agosto, após o período de recesso parlamentar. A mudança da data-limite foi um pedido do relator da comissão, vereador Sargento Mello, para que as análises possam ser feitas com a minuciosidade necessária em um caso tão complexo, de acordo com o parlamentar.

O conteúdo continua após o anúncio

Anteriormente previsto para o dia 5 de junho, o prazo se tornou inviável devido à grande quantidade de material a ser analisado pela comissão, segundo Mello. Conforme o vereador, alguns colegas da Casa não concordaram com a mudança, mas, apesar de ter conhecimento da ansiedade da população pela resolução da CPI, a medida foi necessária para preservar o caráter técnico da investigação. “Vou fazer essa coisa mais técnica, olhar com calma toda a situação, porque não queremos ser injustos e arbitrários com ninguém”, afirma. O relator assegurou que não ocorrerá nova mudança, devendo mesmo o dia 19 de agosto ser a data de apresentação da conclusão.

Instalada em novembro de 2018, a CPI dos Ônibus tem o intuito de verificar possíveis irregularidades nos órgãos responsáveis pela gerência do transporte público juiz-forano. A comissão colheu relatos de empresários, populares e também foram realizados trabalhos de campo para que fossem verificados os cumprimentos dos termos definidos nos contratos de prestação de serviços.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia