Tópicos em alta: polícia / chuva

Tupi e PM firmam parceria para divulgar Maio Amarelo

Duelo da Série C contra o Luverdense terá partida preliminar às 13h entre policiais rodoviários e amigos da PM para conscientizar sobre respeito às leis do trânsito

Por Bruno Kaehler

15/05/2018 às 20h24- Atualizada 15/05/2018 às 20h29

Parceria visa conscientizar a população para não dirigir sob efeito de álcool e não usar o celular ao volante (Foto: Fernando Priamo)

O Tupi encara o Luverdense às 16h deste domingo (20), no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, pela sexta rodada da Série C. Antes do jogo, o torcedor juiz-forano terá outra atração no principal palco esportivo da cidade. O Carijó formalizou nesta terça (15), antes da apresentação do técnico Eugênio Souza, parceria com a Polícia Militar para partida preliminar, às 13h, entre policiais rodoviários e amigos da PM para conscientizar a população sobre o Maio Amarelo, campanha que visa a chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

O conteúdo continua após o anúncio

Segundo o Tenente Almeida, um dos responsáveis pelo evento, a ideia é “ajudar a conscientizar a população para não dirigir embriagado e não usar o celular ao volante para um trânsito melhor. Precisamos reunir esforços para diminuir ou retardar o número de acidentes em nossas rodovias”, relata. Em campo, o árbitro auxiliar terá, no lugar da bandeira de impedimento, a de “PARE”.

O apito utilizado pelo árbitro principal será o acessório de agentes de trânsito. Antes do duelo, os participantes ainda irão soprar o bafômetro. No jogo do Tupi, os atletas alvinegros irão entrar com uma fita amarela na camisa em alusão à campanha. Os portões do Estádio devem ser abertos às 12h30 para o torcedor que quiser acompanhar o duelo antes do jogo carijó, pela Série C, com pagamento normal de ingresso para a entrada.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia