Tópicos em alta: polícia / CPI dos ônibus / bolsonaro

Cobertura metálica e arquibancadas do Ginásio Municipal quase finalizadas

Tribuna acompanha andamento das obras. Prefeito diz que local estará concluído até 2020

Por Bruno Kaehler

12/04/2019 às 17h52- Atualizada 12/04/2019 às 18h00

Ao admitir a possibilidade de reeleição à Tribuna na última semana, o prefeito juiz-forano Antônio Almas (PSDB) também disse que, até o fim do seu mandato, as obras do Ginásio Poliesportivo Jornalista Antônio Marcos, o Ginásio Municipal, estarão concluídas. O palco esportivo que possui projeto de 2006 para receber até 5.500 espectadores tem 35% da construção concluída, segundo a Secretaria de Obras (SO) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF)

“No momento, as equipes trabalham na finalização da arquibancada de concreto (98% finalizada) e na estrutura metálica para a cobertura (90% concluída). As próximas etapas são a instalação da cobertura de telha metálica termo acústica, as instalações hidrossanitárias e elétricas, os acabamentos e o urbanismo e paisagismo da parte externa”, informou a SO.

O conteúdo continua após o anúncio

A Tribuna tem monitorado o andamento das obras que, de fato, tem ocorrido desde a última retomada, em agosto do ano passado, após troca de empresa responsável pelo Ginásio, da desistente Metalúrgica Valença Indústria e Comércio Ltda., do Grupo MBP, para a segunda colocada da concorrência, o Consórcio Conata Infracon.

Segundo previsão de contrato publicado no Atos do Governo no ano passado, as obras do Ginásio Municipal devem ser finalizadas até agosto de 2021, período que equivale a 18 meses a partir do reinício da construção. O palco esportivo está localizado no Bairro Aeroporto, ao lado do estacionamento e da entrada principal do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia