Tópicos em alta: polícia / chuva

Danielly Vitória comemora primeiro ouro internacional de taekwondo

No Open Argentina, juiz-forana de 15 anos foi campeã na categoria juvenil

Por Bruno Kaehler

07/08/2018 às 15h07

Dani foi ao topo do pódio no exterior pela primeira vez na carreira (Foto: Divulgação)

A juiz-forana Danielly Vitória conquistou, no último fim de semana, a primeira medalha internacional na carreira. A adolescente de 15 anos disputou o Open Argentina de Taekwondo em Buenos Aires e, após duas lutas na categoria 42kg juvenil, trouxe o ouro do país vizinho logo em seu ano de estreia na nova faixa etária.

“Estou muito feliz com essa medalha. E é apenas meu primeiro ano no juvenil, então essa temporada tem sido de grandes realizações. Antes consegui disputar o Mundial Júnior, e o meu primeiro campeonato juvenil foi como titular pela Seleção Brasileira, o Grand Slam. Fui tricampeã brasileira também e agora surgiu essa oportunidade. Foi minha primeira medalha internacional, e logo a de ouro! Vou fazer o possível e o impossível para continuar evoluindo cada vez mais”, comemora Dani.

O conteúdo continua após o anúncio

O título no exterior veio após a juiz-forana passar pela chilena Camila Cabello e, na decisão, bater a campeã da edição de 2017, a uruguaia Valentina Suárez, com direito a reviravolta. “Minha final foi bem difícil porque ela tinha bastante técnica. Comecei perdendo a luta no primeiro round e no seguinte fiz alguns pontos, mas segui atrás. No terceiro consegui virar e fazer uma diferença de pontos muito grande, terminando em 19 a 5. Foi uma virada de uma forma impressionante e uma experiência diferente, em que aprendi bastante por ter também enfrentado a vencedora do ano passado”, avalia a nova campeã.

A jovem promissora do A.S.A.S Taekwondo volta aos treinos, agora, com foco na Copa do Brasil, evento que deve ocorrer em novembro em Santa Catarina.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia