Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Bom Pastor e Alpha Biquense decidem Copa Prefeitura Bahamas de Futsal Feminino

Final da competição acontece neste sábado, no Clube Bom Pastor


Por Mariana Floriano, sob supervisão da editora Regina Campos

03/12/2021 às 12h48

Equipe do Bom Pastor foi campeã da chave B (Foto: Divulgação)

Neste sábado (4) acontece a final da primeira edição da Copa Prefeitura Bahamas de Futsal Feminino 2021 em Juiz de Fora. A disputa acontece às 14h30, no Clube Bom Pastor, entre o campeão da chave B, Clube Bom Pastor, e o vencedor da repescagem da chave B, Alpha Biquense.

As arquibancadas estarão liberadas para a torcida, porém, conforme protocolos do município, será necessária a apresentação de comprovante de vacinação em dia, seja ele o cartão de vacinação ou o aplicativo “Conecte SUS”. O uso de máscara dentro do ginásio será obrigatório.

A Copa Bahamas de Futsal Feminino é organizada pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), a primeira após as medidas de flexibilização adotadas pelo município. A competição teve início no dia 16 de novembro e contou com a participação de nove equipes.

O conteúdo continua após o anúncio
Alpha Biquense venceu na repescagem (Foto: Divulgação)

Os times que vão disputar a taça já se enfrentaram na segunda rodada do campeonato, na qual o Bom Pastor levou a melhor nos pênaltis, por 4 a 3, após empate por 1 a 1 no tempo normal. Nesta final, em caso de igualdade no placar, o título da Copa Prefeitura Bahamas de Futsal Feminino – 2021 será decidido também nos pênaltis.

Segundo o treinador do Bom Pastor, Jean Albuquerque, a equipe espera um confronto equilibrado. “É uma equipe que nós temos enfrentado na final de competições durante o ano, e sempre são jogos complicados, difíceis, bons de jogar e de se trabalhar. Nós sabemos que esse jogo de sábado vai ser um clássico dentro da cidade.”

A treinadora do Alpha Biquense, Franciane de Souza Bellizzi, afirma que o time se encontra bastante ansioso dias antes da final e que, apesar de confiantes de um bom resultado, conhecem as qualidades das adversárias. “Chegar na final foi ter a certeza de que os objetivos e os propósitos estão sendo cumpridos. Considerando que jogaremos dentro da casa das adversárias, esperamos que seja um jogo bom de assistir e justo com imparcialidade da arbitragem, para que não haja interferência no resultado final.”

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia