Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Corrida do Bahamas estreia no ranking de JF com 1.500 participantes 

Por Bruno Kaehler

03/05/2019 às 19h17

Após começar a correr, Rafinha virou triatleta e hoje compete também nas provas do ranking das corridas de rua de JF (Foto: Arquivo pessoal)

Às 8h deste domingo (5) será dada a largada dos percursos de 3km, 6km e 12km da primeira edição da Corrida do Bahamas, na Via São Pedro, próximo ao German. Com 1.500 atletas inscritos para a inédita prova, o evento será mais uma celebração da qualidade de vida conquistada pela hoje triatleta Rafaela Lopes, 33 anos.

“Desde pequena pratico atividades físicas, sempre nadei e andava de bike. Com esse amor, decidi que faria faculdade de Educação Física. Mas nesta mesma época não tinha tempo de praticar esportes. Me formei e fui trabalhar e estudar outros assuntos. Ia e voltava da musculação só como uma forma de atividade física. Com 25 anos eu trabalhava e estudava muito, estava 13kg acima do meu peso atual e descobri um hipotireoidismo”, lembra.

“Decidi me dar qualidade de vida, mudei de emprego, voltei firme para a academia, emagreci, controlei o hipotireoidismo, procurei profissionais e comecei a correr na esteira pra emagrecer. Até que um dia me aventurei a correr na UFJF e amei! Como eu trabalhava na VidAtiva na época, tinha muito apoio para correr, e assim nasceu uma grande amor pela corrida”

A funcionária pública, a partir da mudança de vida, viu no ranking, em provas como a deste domingo, metas. E cresceu ainda mais. Foi premiada, virou triatleta. “O triatlo veio muito devagar, sempre vendo os meninos da VidAtiva competindo e, por eu gostar muito de andar de bike e ter um amor de pequena pela natação. Pensei: ‘um dia vou tentar isso’. O ranking foi, então, um grande incentivador para meus treinos e melhorar minha corrida! Comecei nele em 2013. No início eram minhas provas alvo. Em 2014 participei das provas para treinar para as minhas primeiras meia maratonas. O ano de 2015 foi o meu melhor de corridas do ranking. Tínhamos uma equipe muito grande e forte na VidAtiva. Sempre fazíamos muitos pontos e eu fiquei, no fim da temporada, em segundo lugar na categoria 25-29 anos. Fiquei muito feliz!”, destacou Rafaela que, a partir disso, passou a se aventurar em provas de distâncias maiores e seguir treinando nas provas do ranking.

O conteúdo continua após o anúncio

Até que, em 2018, ela obteve outra conquista, ainda mais especial. “Estava totalmente focada no triatlo de longa distância. Não corri quase nenhuma etapa do ranking. Mas coloquei meus pais para correr. Meu pai começou a correr com 65 anos e minha mãe com 62. E eu morro de orgulho disso! Esse ano estou correndo algumas provas que se encaixam no meu treino, porque meu foco é 100% no triatlo. Mas os meus pais estão participando de todas as corridas e estão amando. Evoluindo cada vez mais.”

Kits e percursos

As três largadas acontecem na BR-440, a Via São Pedro. Nos 3km de caminhada o retorno é próximo ao Centro de Futebol Zico. Nos 6km, os corredores seguem até a Represa de São Pedro, onde retornam. Já no desafio dos 12km os corredores vão até a represa, mas mudam a direção rumo ao Bairro Santos Dumont, até o Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, onde farão uma volta no entorno e retornam. Os chips serão entregues das 6h às 7h45. A corrida das crianças está prevista para as 9h30, com a premiação geral às 10h30 e o encerramento do evento às 11h. Antes disso, neste sábado, a entrega de kits ocorrerá no Pátio São Vicente (Avenida Rio Branco, 3.760, Alto dos Passos) das 10h às 16h.

Para Rafaela Lopes, “o percurso é interessante para sair um pouco da mesmice. Por ser uma prova de 12km, o ideal é não estourar muito no início. O percurso tem subidas e descidas e, em determinados pontos, é importante ter atenção com o asfalto, irregular. E achei legal passar dentro do Estádio, uma experiência diferente de tudo.”

Ruas interditadas
A Settra irá interditar no domingo a Avenida Pedro Henrique Krambeck (BR-440) na esquina com a Rua Roberto Stiegert em função da corrida. Também irão sofrer alterações a Avenida Senhor dos Passos, as ruas Otávio Malvacini, Professor José Vilas Bouçadas, Álvaro José Rodrigues, Liduino Vieira dos Reis e Dirceu Fernandes Barbosa.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia