Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / chuva / blogs e colunas / obituário / polícia

Flávio Duin lança o EP “Domingo de manhã”

Trabalho foi lançado em dezembro com seis faixas; artista prepara prepara para fevereiro projeto no esquema “one man band”

Por Júlio Black

08/01/2021 às 00h00

Primeiro EP solo de Flávio Duin tem o segundo álbum do Oasis como principal inspiração (Foto: Renan Norberto/Divulgação)

O vocalista e guitarrista da banda Du-in, Flávio Duin, segue investindo em sua carreira solo. O artista lançou em dezembro seu primeiro EP, “Domingo de manhã”, que pode ser conferido em sua página no Bandcamp. O trabalho conta com seis faixas, sendo cinco em estúdio e uma versão ao vivo de “Supernova de Champanhe”. Duas das canções já haviam sido lançadas em single, a faixa-título e “Tudo é tão pessoal”.

O trabalho de estreia foi gravado no estúdio de Fábio Benedetti, também responsável pela produção e o contrabaixo das músicas. A bateria ficou a cargo de Thiago Duin, que o acompanha na banda. O trabalho tem uma pegada mais pop em comparação com o seu grupo – adepto do rockabilly -, tendo como principal inspiração o segundo álbum dos ingleses do Oasis, “(What’s the story) Morning Glory?”. A exceção é “Domingo de manhã”, inspirada em “Sunday morning coming down”, de Kris Kristofferson, mais conhecida pela voz de Johnny Cash.

O conteúdo continua após o anúncio

“‘Domingo de manhã’ teve uma receptividade muito positiva, é uma experiência ‘superpop e matinal’. O mercado está mudando e é preciso acompanhar parâmetros e inovar também. Mas não fugindo das raízes de lançamento de single, como foi feito com ‘Domingo de manhã’, que foi para as rádios e webradios do Brasil, como a Amadora Zona Sul, Pereirense e Web Alternativa ES, entre outras. Meu próximo EP, ‘Dia de Ação de Graças’, terá o mesmo ritmo de divulgação.”

Já que o “santo” anunciou o “milagre”, Flávio conta que ele voltará a se reunir com Fábio Benedetti no próximo dia 20 a fim de iniciar a produção, com lançamento previsto para fevereiro. “Este disco não terá banda. O trabalho é minha experiência ‘one man band’ com apenas voz, violão e percussão, experimentando novos ‘compostos’ como bumbo e chimbal”, adianta, acrescentando que será “um experimento country pop” inspirado em Johnny Cash, no psychobilly de The Cramps e Green Day. “O álbum tem o nome de uma música do álbum ‘Warning’, e será antecipado pelo lançamento do single de ‘Dia de Ação de Graças’, seguindo padrão de ter a faixa que abre o trabalho como single.”

“Está sendo desafiador como tudo na carreira musical de qualquer artista, mas nada melhor que sair de vez da zona de conforto e conquistar pessoas novas com músicas novas, isso não tem preço”, prossegue, adiantando alguns planos que ainda tem para este ano. “‘Domingo de manhã’ e ‘Dia de Ação de Graças’, serão lançados em um hospital psiquiátrico, é um sonho de anos que pretendo realizar quando tudo isso passar, seja solo ou com a banda.”



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia