Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Marco da imigração alemã é tombado


Por Tribuna

04/03/2017 às 07h00

Em granito preto, monumento está localizado na Praça do Imigrante Alemão, no Bairro Borboleta (Foto:Marcelo Ribeiro)
Em granito preto, monumento está localizado na Praça do Imigrante Alemão, no Bairro Borboleta (Foto:Marcelo Ribeiro)

O monumento referente ao Centenário da Imigração Alemã em Juiz de Fora, localizado na Praça do Imigrante Alemão, no Bairro Borboleta, passou a integrar a relação de bens tombados em Juiz de Fora. O decreto do Executivo municipal, que formaliza o tombamento, foi publicado ontem no Atos do Governo. O monumento foi erguido em granito preto, tem formato triangular, 1,70m de altura, sendo composto por três placas de bronze que indicam a sua finalidade. Ele foi erguido em 1958, quando houve o centenário da imigração alemã na cidade.

Autor do livro “Os alemães e a borboleta”, o escritor e descendente de alemães, Vicente de Paulo Clemente, explica que o local original do monumento foi na Praça Agassis, no Bairro Mariano Procópio, que fez parte da colônia alemã nesta época. “A empresa responsável por sua construção foi a Soranço. Anos depois da instalação, houve um acidente com o monumento, que acabou caindo sobre uma criança e, devido a seu peso, ela acabou falecendo. Depois disso, o monumento foi retirado e abandonado no Poço Dantas. Ele mudou de lugar no começo da década de 1990, quando o jornalista Miguel Ribeiro Gomidi sugeriu seu resgate e a instalação do mesmo no Borboleta”, conta.

O conteúdo continua após o anúncio

Ainda segundo Vicente, a praça onde o monumento está instalado, no passado, era triangular, obedecendo o formato do monumento, mas devido às alterações de trânsito, o local foi transformado em uma rotatória. O tombamento visa preservar o valor histórico e cultural do monumento, que marca a contribuição dos imigrantes alemães para Juiz de Fora, sendo um símbolo para a colônia alemã na cidade. O processo de tombamento do monumento foi iniciado em 2010. A partir de agora, a responsabilidade pela manutenção do monumento fica a cargo da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), que é a proprietária, por meio da Secretaria de Administração e Recursos Humanos, responsável por cuidar dos bens do município.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia