Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Juiz de Fora tem 89 casos prováveis de dengue

Em relação ao boletim epidemiológico anterior da SES-MG, publicado na quinta-feira (23), cidade teve 15 novos registros da doença


Por Leticya Bernadete

28/04/2020 às 10h54

Juiz de Fora tem 89 casos prováveis de dengue, de acordo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), divulgado na manhã desta terça-feira (28). Em relação ao informativo anterior, publicado na quinta-feira (23), a pasta teve 15 novos registros da doença no município. A incidência ainda é classificada como baixa. Considerando todo o estado de Minas Gerais, são mais de 56 mil notificações de dengue. Foram registrados cinco óbitos em decorrência da doença em Alfenas, Medina, Guaxupé, Itinga e Carneirinho. Outros 26 óbitos seguem em investigação.

O município de Tocantins, distante cerca de 100 quilômetros de Juiz de Fora, é o sexto no estado em número de casos, com 1.192 casos prováveis da doença. O município fica atrás apenas de Belo Horizonte (6.824), Pará de Minas (2.216), Campo Belo (1.864), Uberaba (1.756) e Contagem (1.276). Apesar da incidência muito alta para a doença, o número de casos está estabilizado em Tocantins, a 85 quilômetros de Juiz de Fora. Desde 31 de março, a cidade não tem novas notificações para a doença.

O conteúdo continua após o anúncio

Na Zona da Mata, outros municípios apresentam incidência muito alta para a doença – quando há 500 casos prováveis a cada cem mil habitantes. É o caso de Ubá (1.032 casos), Visconde do Rio Branco (535), Astolfo Dutra (258), Rodeiro (253), Rio Pomba (127) e Piraúba (74). Já Dona Euzébia (28), Guidoval (24) e Santana do Deserto (14) têm alta incidência da doença – quando há entre 300 a 499 casos prováveis a cada cem mil habitantes.

Chikungunya e zika

Em Juiz de Fora, a SES foi notificada por dez casos prováveis de chikungunya. Na Zona da Mata, Tocantins teve 25 registros e Santana do Deserto, 4 notificações, ambas com incidência média para a doença. Em 2020, até o momento, 944 casos prováveis foram notificados em Minas Gerais, sendo 17 casos em gestante. Um óbito está em investigação para a doença no município de Campo Belo.

Em relação à zika, nenhum caso foi registrado em Juiz de Fora este ano. Ubá (27), Tocantins (15), Visconde do Rio Branco (2), Brás Pires (1) e Rio Pomba (1) foram os municípios da Zona da Mata com notificações para a doença. No estado, foram registrados 317 casos, sendo 34 em gestantes.

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia