Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / chuva / polícia / obituário

Empresário é feito refém e perde joias, carro e R$ 18 mil em dinheiro

Bandidos fingiram que precisavam de um auto ocorro, fizeram o homem refém e invadiram sua empresa e sua casa

Por Michele Meireles

22/02/2021 às 12h06

Um empresário de 39 anos foi feito refém e roubado após cair em uma emboscada arquitetada por bandidos que fingiram estar precisando de auto socorro. O caso registrado pela Polícia Militar, na manhã de sexta-feira (19), começou na Zona Norte de Juiz de Fora e terminou na Zona Sul, depois de o homem ter sido obrigado a fazer saques e ainda ter sua casa e empresa invadidas pelos criminosos. Na ação, seus familiares chegaram a ser amarrados.

Segundo informações da Polícia Militar, o empresário relatou que é proprietário de uma empresa de auto socorro e foi acionado para um trabalho do Bairro Dias Tavares, Zona Norte da cidade, por volta das 9h30. Ao chegar no local combinado em seu caminhão, foi rendido por três bandidos. O homem disse aos policiais que dois deles tomaram a direção do caminhão e o fizeram refém. O outro bandido, segundo a PM, seguiu atrás em um veículo.

Os assaltantes seguiram com a vítima até a sede da empresa, na Zona Sul. De acordo com o registro policial, no local eles roubaram uma quantia em dinheiro que estava no caixa. Além disso, obrigaram o empresário a fazer diversos saques em sua conta bancária. A PM informou que eles roubaram cerca de R$18 mil, juntando os valores dos saques e o levado do cofre da empresa.

O conteúdo continua após o anúncio

Conforme a PM, o trio seguiu logo depois para a casa do homem, também na  Zona Sul da cidade. No imóvel estavam a o pai da vítima, 61, sua mãe, cuja idade não foi informada, e seu filho, 20. Todos eles, segundo a PM, foram rendidos, amarrados e colocados em um banheiro da casa. Os bandidos roubaram joias da família e fugiram no carro do empresário. O caminhão foi deixado no local.

O homem relatou aos policiais que os bandidos disseram que abandonariam seu carro em Matias Barbosa. Ele foi até a cidade, mas não localizou o veículo. Só depois disso, por volta das 20h, ele acionou a PM. Os militares fizeram buscas, mas nenhum dos criminosos foi localizado.

O caso deve ser apurado pela Polícia Civil.



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia