Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Comércio aposta no crescimento das vendas no Black Friday


Por Paulo Cesar Magella

18/11/2021 às 19h30

Embora ainda não cheguem ao patamar do Natal ou do Dia das Mães, as vendas da Black Friday geram expectativa positiva no mercado. De acordo com pesquisa da Federação do Comércio de Minas Gerais, 29,9% dos empresários devem apostar em iniciativas para atrair os consumidores. Neste contexto, diz nota da própria Fecomércio, entre as principais ações previstas a variedade de marcas e produtos (25,9%); a adoção de descontos e promoções (25,0%); o atendimento diferenciado (19,8%); a facilidade no pagamento (18,1%) e a divulgação/propaganda (14,7%). Essas iniciativas serão realizadas pelos segmentos de móveis e eletrodomésticos (81,0%); equipamentos e materiais para escritório, informática e de comunicação (75,0%); tecidos, vestuário e calçados (67,0%); outros artigos de uso pessoal e doméstico (61,9%) e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (59,5%).

O conteúdo continua após o anúncio

Empresários estão otimistas, mas com pé no chão

Em entrevista à Rede Tribuna, os empresários Aloísio Vasconcelos, da Associação Comercial, e Marcos Casarim, da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), têm a mesma percepção. Eles são prudentes em apontar uma plena retomada dos negócios, mas estão bastante otimistas para o fim do ano, a começar pela Black Friday na semana que vem. Até o setor de bares e restaurantes aposta na retomada. No mesmo evento, a presidente da Abrasel, Francele Galil, disse que todas as medidas para a retomada estão em curso, mas destacou que todos devem ter o mesmo objetivo, inclusive os clientes, para que tudo saia da melhor maneira possível.

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia