Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Abertura da Av. Deusdedit Salgado continua sem previsão

Chuvas intensas, inundações e risco de deslizamento fizeram com que a avenida fosse interditada sem previsão de reabertura


Por Tribuna

17/01/2022 às 12h27- Atualizada 17/01/2022 às 19h35

Após as chuvas intensas na última semana terem provocado alagamentos em diversas áreas da cidade, parte da Avenida Deusdedit Salgado continua com o trânsito impedido para veículos. O Acesso Norte foi reaberto no último sábado (15). De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU), o tráfego está interrompido entre uma casa noturna e um hospital particular em razão de um escorregamento de talude, que gera riscos de desmoronamentos na área. Em nota, a pasta informou que o proprietário do terreno que cedeu já está realizando obras de infraestrutura no local.

O conteúdo continua após o anúncio

LEIA MAIS: Desvio de trânsito na Deusdedit Salgado exige atenção dos motoristas

Além da Deusdedit Salgado, Juiz de Fora chegou a ter outras duas vias interditadas em razão das últimas chuvas. A Rua Monsenhor Gustavo Freire, no Dom Bosco, teve o trânsito liberado na última sexta-feira. Já o Acesso Norte, na altura do Bairro Industrial, voltou a receber tráfego no sábado (15).

Também permanecem interditadas, as duas pistas da Rua José Lourenço, do Bairro Borboleta, na Cidade Alta, entre a entrada do condomínio São Lucas e o número 884 da via. A operação ocorreu devido aos deslizamentos na área, que foi identificada pela Defesa Civil como de risco muito alto. O trecho tem cerca de um quilômetro, e a Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU) informou que “o desvio deve ser feito pela Avenida Presidente Costa e Silva”.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia