Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Manifestantes promovem panelaço contra Bolsonaro em JF

Protestos acontecem em todo o país por conta da crise sanitária agravada no Amazonas


Por Tribuna

15/01/2021 às 21h43

Opositores do governo organizaram um “panelaço”, na noite desta sexta-feira (15), em todo o país. O movimento também foi observado em Juiz de Fora, por volta das 20h30. Houve relatos de manifestações no Centro da cidade e nos bairros São Mateus e Santa Helena.

Com a frase “Sem oxigênio, sem vacina, sem governo”, críticos do governo sobem a hashtag “#BrasilSufocado” nas redes sociais após as repercussões dos casos de falta de oxigênio em hospitais de Manaus (AM). A hashtag “Panelaço” já aparece entre os 10 assuntos mais comentados do Brasil no Twitter no início da noite.

Maia também recebe críticas

(Agência Estado) A pressão nas redes sociais nesta sexta também mirou no presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), outro a figurar na lista dos dez assuntos mais comentados no país no Twitter, para que o parlamentar paute o processo de impeachment do presidente Bolsonaro. A deputada do PSOL, Talíria Petrone (RJ), escreveu que Maia “finge” fazer oposição ao governo pelo Twitter, enquanto “está sentado em mais de 60 pedidos de impeachment”. Na quinta-feira (14), o presidente da Câmara apontou que a falta de oxigênio em Manaus é fruto de “uma agenda negacionista” e disse ser fundamental que o Congresso retome as atividades na semana que vem.

Tópicos: bolsonaro / coronavírus

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia