Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Homem é preso por suspeita de estupro de vulnerável contra menino de 12 anos

Denúncia foi feita pelo pai da vítima; suspeito será encaminhado ao sistema prisional


Por Marcos Araújo

14/01/2022 às 18h44

Um homem, de 49 anos, teve a prisão em flagrante pela Polícia Civil de Juiz de Fora, suspeito de ter praticado o crime de estupro de vulnerável contra um menino de 12 anos, nesta sexta-feira (14). O suspeito foi encaminhado para a delegacia pela Polícia Militar, que foi acionada pelo pai do adolescente, morador da Zona Norte da cidade.

Conforme informações do delegado Samuel Neri, durante depoimento, o investigado, que é vizinho da vítima, confirmou ter chamado o garoto para ir até a sua residência, para, supostamente, realizar o conserto de uma bicicleta, quando foi flagrado pelo pai do menino, em um cômodo dos fundos do imóvel, junto com a vítima.

O conteúdo continua após o anúncio

O suspeito será encaminhado ao sistema prisional. A Polícia Civil informou que iria representar, nesta sexta, pela prisão preventiva do suspeito junto à Justiça. “Além disso, estamos realizando levantamentos para identificar outras possíveis vítimas. Apurações indicam que a casa do suspeito seria frequentada por outras crianças, por isso, esses fatos também serão apurados”, ressaltou o delegado Samuel Neri, informando que o procedimento será encaminhado à 3ª Delegacia de Polícia Civil (3ª DPC), para apuração.

Ele reforçou que denúncias podem ser feitas pelo Disque Denúncia 181 ou na 3ª DPC, em Santa Terezinha.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia