Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Após perseguição na Zona Leste, PM detém suspeito de homicídio

Militares precisaram se jogar ao chão para não serem atropelados por carro em fuga

Por Sandra Zanella

11/06/2019 às 12h26

Policiais militares precisaram se jogar ao chão para não serem atropelados por um carro em fuga durante perseguição, na tarde de segunda-feira (10), entre os bairros São Benedito e Santa Cândida, na Zona Leste de Juiz de Fora. Por volta das 15h30, uma equipe realizava batida policial na região quando avistou um veículo suspeito na Rua São José. O motorista, 26 anos, foi reconhecido por envolvimento com o tráfico de drogas, enquanto o carona, 29, estaria com mandado de prisão em aberto por crime de homicídio.

Diante da situação, a PM deu ordem de parada ao condutor, mas ele não obedeceu e iniciou a fuga, entrando em várias vias pela contramão. Outras viaturas foram mobilizadas no cerco. O motorista chegou a lançar seu carro contra as motocicletas e veículos oficiais, momento em que alguns dos policiais jogaram-se ao solo para não serem atingidos.

O conteúdo continua após o anúncio

Os suspeitos seguiram novamente pela contramão pela Rua do Monte, no Vitorino Braga, colocando várias vidas em risco e quase causando acidentes. Um jovem, 19, relatou aos policiais que precisou jogar sua moto para a calçada para evitar uma batida. Ele não sofreu ferimentos, mas o veículo ficou danificado.

Os militares conseguiram alcançar o carro, com placa de Ribeirão das Neves (MG), na Rua Luiz José Esteves, no Bairro Aracy. O suspeito de homicídio tentou se esconder, mas foi localizado e recebeu voz de prisão devido ao mandado em aberto. Já o motorista foi preso em flagrante por direção perigosa. O veículo foi apreendido, e os envolvidos, levados para a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Santa Terezinha.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia