Tópicos em alta: tiroteio entre polícias / polícia / enem 2018

Mutirão terá 291 audiências de conciliação

Iniciativa inédita deverá desafogar processos que estavam parados na área de saúde

Por Tribuna

10/07/2018 às 20h34

Entre os dias 16 de julho e 23 de agosto, a 2ª Vara Cível de Juiz de Fora irá realizar um mutirão dos planos de saúde em pautas de audiências de conciliação. De acordo com o juiz titular da vara, Luiz Guilherme Marques, a iniciativa é inédita e deverá desafogar processos que, há algum tempo, estavam parados na área de saúde. São casos referentes a questões de cirurgia, de fornecimento de medicamento, de procedimentos de fisioterapia e de valores de prestações de plano de saúde em decorrência de mudança de faixa etária.

O conteúdo continua após o anúncio

“É uma diversidade de casos, como, por exemplo, o de uma perícia que está parada há dez anos, porque não havia perito para realizar o exame. Então, nossa intenção é dar uma solução para esses casos”, ressaltou o juiz. Ainda segundo ele, ao todo, são 291 casos que vão fazer parte do mutirão. “Acreditamos que muitos desses processos possam chegar aqui com alguma definição e esperamos conseguir bons resultados. Se conseguirmos acordo entre 10% e 15 % dos casos já será muito positivo”, avalia Luiz Guilherme, acrescentando que: “Se não houver acordo, haverá, pelo menos, a tentativa de fazer os casos andarem e caminhar para uma solução.”

O titular da 2ª Vara Cível destacou que os processos que vão estar no mutirão são resultado de um grande trabalho, que foi coordenado por ele junto aos estagiários e de comum acordo com cerca de 70 advogados das partes envolvidas.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia