Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / chuva / blogs e colunas / obituário / polícia

Motorista de aplicativo morre após tentativa de assalto

Condutor, que fazia o transporte de pai e filho, foi surpreendido em rua do Bairro Santos Anjos

Por Júlio Black

09/11/2019 às 10h46- Atualizada 09/11/2019 às 14h13

Ao ser atingido, condutor perdeu o controle do veículo e capotou (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Um homem de 21 anos, prestador de serviços de motorista por meio de aplicativo, foi assassinado com um tiro na cabeça durante uma tentativa de assalto na noite desta sexta-feira (8), em Juiz de Fora. De acordo com informações da Polícia Militar, a partir do depoimento de um dos sobreviventes, o crime foi cometido por dois homens, na Rua Todos os Santos, no Bairro Santos Anjos, Zona Sudeste, que tentaram assaltar o condutor enquanto ele transportava dois passageiros, pai e filho, de 29 e 7 anos, respectivamente. Ambos não tiveram ferimentos graves.

Ainda de acordo com a PM, o usuário do aplicativo contou em seu depoimento que o crime aconteceu por volta das 23h40. Ele solicitou o serviço e embarcou com seu filho no veículo, um Volkswagen Gol, seguindo pela Rua Rosalina Praxedes de Albuquerque. Ao acessar a rotatória para a Rua Todos os Santos, dois homens, pelo menos um deles armado, saíram de um matagal próximo e anunciaram o assalto. Como o motorista não parou o veículo, um dos criminosos efetuou o disparo, atingindo a cabeça do condutor, que perdeu o controle do veículo, ocasionando no capotamento do Gol.

Edson Fernandes Carvalho teve a morte por perfuração na cabeça confirmada ao chegar no HPS. Os passageiros tiveram escoriações leves. Os autores do crime ainda não foram identificados e localizados.

O conteúdo continua após o anúncio

Revolta e manifestação

O presidente da Associação de Motoristas de Aplicativos de Juiz de Fora (Amoaplic/JF), Júlio Cesar Peixe, deu mais informações sobre a vítima em entrevista, na manhã deste sábado, ao jornalista Marcelo Juliani, da Rádio CBN Juiz de Fora. Segundo Júlio Cesar, a vítima trabalhava há cerca de um ano como motorista do aplicativo e cursava faculdade de administração. Ele seria solteiro e filho único.

O representante da categoria anunciou, ainda, uma manifestação em protesto contra o crime a partir das 14h, que vai reunir os motoristas do aplicativo em frente ao prédio da Justiça Federal, ao lado de Terreirão do Samba. Os condutores deverão seguir em carreata, passando pelo local do crime, e chegando até o cemitério do Bairro Grama, onde acontecerá o sepultamento do rapaz.

“Nosso objetivo é fazer um pedido de justiça. Queremos que esse bandido seja preso, para que (crime como esse) não se torne algo corriqueiro, como nas grandes cidades”, afirmou. “Não aceitamos isso. Vamos fazer manifestações no Centro da cidade até prenderem esse cara.”

Empresa lamenta

Procurada pela Tribuna, a 99 informou que lamenta a morte do motorista. “Assim que a empresa soube dessa triste notícia, mobilizou uma equipe especializada para apurar o caso e está em contato com as famílias das vítimas para oferecer todo o apoio e acolhimento necessários, que incluem orientações para acionamento do seguro”, pontuou. “A 99 esclarece ainda que está disponível para colaborar com as investigações da polícia. A empresa reitera que repudia veemente esse caso de violência e está trabalhando para colaborar com a segurança de todos os usuários, seja antes, durante ou depois das corridas. Antes das viagens, o app investe continuamente em inteligência artificial para evitar que ocorrências aconteçam. Durante as corridas, em recursos como alerta de áreas de risco e o compartilhamento de rotas. E depois da corrida, numa central de emergência 24h, 7 dias por semana, que responde prontamente em caso de necessidade.”

Tópicos: polícia



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia