Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Funcionários de terceirizada da PJF realizam ato em frente a Câmara

Empresa afirma que pagamento integral será feito no 5º dia útil de agosto; PJF disse que aguarda autorização judicial para repassar valores diretamente ao sindicato


Por Mariana Floriano, sob supervisão da editora Rafaela Carvalho

04/07/2022 às 17h50

Funcionários da Especialy, empresa terceirizada da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), se reuniram em frente a Câmara Municipal, nesta segunda-feira (4), para protestar quanto ao atraso no pagamento de férias. O ato foi convocado pelos próprios funcionários da empresa, que exigem a quitação imediata dos débitos, que, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio, Conservação e Limpeza Urbana de Juiz de Fora e Região (Sinteac-MG), deveriam ter sido pagos na última quarta-feira (29).

Cerca de 70 pessoas se reuniram em frente a casa legislativa e entoaram gritos como: “Especialy, cadê você? Eu vim aqui para receber”. Um dos organizadores do ato, Marcos Vinicius, afirmou que os trabalhadores não irão ceder. “Férias sem dinheiro, não é férias”, afirmou. “O pagamento deveria ser feito com 48h de antecedência e até agora nada. Nós temos nossas contas para pagar, nossas famílias para sustentar. Organizamos esse ato para lutar pelos nossos direitos.”

Uma funcionária da Especialy que esteve presente no ato e não quis ter o seu nome identificado afirmou que a ação clamava por uma solução definitiva. “A Prefeitura disse que já depositou o dinheiro para a empresa, mas até agora não recebemos. Somos 800 funcionários, muitas mães, avós, que sustentam a casa. Queremos uma providência. A nossa pergunta é: quem vai pagar pelo trabalho que já fizemos?”

Dezenas de funcionários da empresa terceirizada protestaram em frente a Câmara Municipal (Foto: Leonardo Costa)

Pagamento integral em agosto

Em contato com a Tribuna, a Especialy afirmou que “não há atraso no pagamento das férias”. A empresa disse que existe um acordo com os funcionários para pagar o valor integral das férias no 5º dia útil do mês de agosto. Para isso, a Especialy teria convocado os funcionários a irem até o escritório da empresa para assinar o acordo. De acordo com ela, um terço do adicional das férias será pago junto com o 13º salário.

O conteúdo continua após o anúncio

Em nota, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) reforçou que todos os pagamentos para a empresa Especialy estão em dia e que é a empresa a responsável pelos repasses financeiros aos funcionários.

“Apesar dos pagamentos em dia por parte da Prefeitura, a empresa, na mediação entre o Ministério do Trabalho e sindicato da categoria, alegou que não teria condições de honrar com os seus compromissos na data correta”, afirmou, em nota.

Segundo a PJF, o Sinteac-MG propôs então que a Prefeitura fizesse o pagamento em juízo para que o sindicato fizesse o repasse aos funcionários. O Município concordou com esse encaminhamento.

“A Prefeitura está fazendo todos os esforços para fazer com que os trabalhadores e trabalhadoras tenham seus direitos respeitados. Entretanto, para que o Município possa fazer o depósito em juízo, é necessário autorização judicial, o que não foi obtido até o momento. A Prefeitura segue notificando a empresa pelo atraso e reforça que os equipamentos públicos servidos pela empresa não terão seus serviços afetados.”

Questionada sobre a possibilidade do repasse direto ao Sindicato por parte da Prefeitura, a Especialy informou à Tribuna não ter sido notificada.

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia