Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Morre, aos 52 anos, o sambista juiz-forano Danilo Furtado

Danilo José da Silva faleceu no domingo, após complicações da Covid-19


Por Gabriel Ferreira Borges

03/05/2021 às 20h16- Atualizada 03/05/2021 às 20h39

Danilo estava internado no Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus, com Covid-19 (Foto: Reprodução Redes Sociais)

O sambista e compositor Danilo José da Silva morreu, neste domingo (2), aos 52 anos, vítima de complicações em decorrência da Covid-19. Danilo Furtado, como era conhecido, devido à ligação com o Bairro Furtado de Menezes, Zona Sudeste, fez-se notório entre os sambistas de Juiz de Fora. Por muitos anos, integrou os quadros da escola de samba Juventude Imperial. Além disso, era intérprete do Grupo Sambratuk. Até janeiro, era conselheiro tutelar do Município. Danilo estava internado no Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus desde 22 de abril. Em 26 de abril, foi intubado. A Covid-19 levou à insuficiência renal, o que submeteu o sambista à hemodiálise. Houve uma tentativa de extubá-lo, mas o organismo de Danilo não reagiu bem. Ele não resistiu a uma parada cardíaca e faleceu neste domingo.

O conteúdo continua após o anúncio

O sepultamento aconteceu às 13h, no Cemitério Municipal de Juiz de Fora. Danilo deixa três filhos, de 34, 32 e 29 anos, além de namorada.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia