Tópicos em alta: polícia / chuva

5 lugares para tomar chocolate quente

Conheça estabelecimentos que oferecem a bebida que tem a cara do inverno

Por Júlia Pessôa

20/07/2018 às 07h00- Atualizada 20/07/2018 às 15h51

Apesar de Juiz de Fora ter um clima muito peculiar, parece que o friozinho – embora oscile – chegou de vez. Neste tempinho, o paladar pede comidas e bebidas quentinhas, como o chocolate quente: com chantilly, cremoso, com café, vegano e de várias outras formas, da mais tradicional à mais modernosa. Confira cinco lugares onde você pode se esbaldar com diferentes tipos.

 

A Toca

Para começar, A Toca é um charme. Da decoração à louça, tudo é pensado no maior capricho, e o espaço tem várias propostas bacanas, como livros que podem ser pegos gratuitamente e um cômodo utilizado como abrigo de gatinhos, que são resgatados e postos para adoção. Uma novidade do cardápio é o chocolate autoral da casa, o Tocaccino, que é a receita tradicional de chocolate quente do estabelecimento, feita com blend de chocolate meio-amargo e ao leite e chocolate em pó com espresso. Além deles, o menu também tem os veganos, preparados com leite de soja ou leite de coco. Para acompanhar, há sandubas, bolos e tortas de se comer rezando, entre as muitas delícias.

Rua Delfim Moreira 126, Granbery

 

Bela Padoca

Uma mão na roda: tem buffet de almoço, de café da tarde, adega, realiza noites com cardápios especiais como risotos, além de ter muitas – muitas MESMO! – opções em panificação: pães, bolos doces, tortas, salgados, uma infinidade de delícias para ocasiões e paladares diversos. O chocolate quente da casa é a receita tradicional, bem carregada de chocolate, um clássico do frio, e a nossa dica é pedir alguma das iguarias de fermentação natural para acompanhar, já que esta é a especialidade do estabelecimento.

Rua Sampaio 371, Granbery

 

Grão Moente

O conteúdo continua após o anúncio

Situada dentro do Carrefour, a Grão Moente é famosa pelos vários cafés especiais além de ter produtos relacionados e feitos por designers: coadores, louças, xícaras, cafeteiras, cremeiras e várias peças assinadas por artistas plásticos. Mas o chocolate quente cremoso da casa também é delicioso, feito com leite vaporizado, dando uma sensação aerada à bebida, que leva um chocolate que é segredo guardado a sete chaves. Outra boa pedida com chocolate é o café Floresta Negra,um café espresso com notas de frutas secas, que vem em uma xícara com farta borda de chocolate, e leva uma quantidade generosa de creme de chantilly. Uma boa pedida para acompanhar é o bolo de laranja, bem molhadinho e que dá um contraste de sabor pelas notas cítricas.

Avenida Barão do Rio Branco 5001 (quiosque no Carrefour), Cruzeiro do Sul

 

Rellicário Brigaderia e Café

Em uma brigaderia, é de se esperar que o chocolate quente seja uma estrela, e a Rellicário não decepciona. A receita da casa (que agora tem duas sedes) é supercremosa, feita com mix de chocolates belga e francês e com a borda de brigadeiro ao leite belga na xícara, uma perdição. Para acompanhar, não faltam opções de bolos, tortas e também de delícias salgadas, como paninis. E, claro, tem um cardápio variado de brigadeiros incríveis, inclusive não muito doces, que caem bem com o chocolate quentinho.

Rua São Mateus 35, São Mateus
Rua Morais e Castro 300, Alto dos Passos (Alameda)

 

Z Empório

Cremosão, o chocolate quente do Z dá até para comer de colher e fica naquela entre uma bebidinha quente e uma sobremesa, dois desejos comuns da temporada. O cardápio da casa tem, para acompanhar, pães artesanais, pão de queijo, bolos, tortinhas, empadinhas, waffles, panquecas doces e salgadas. Uma das estrelas é o “misto croque Z”, um misto-quente com recheio especial (além do queijo e do presunto, claro) e uma camada supercrocante.

Rua Carlos Chagas 29, São Mateus

 

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia