Tópicos em alta: polícia / carnaval 2019 / barragem / campeonato mineiro

Aprenda a fazer o tomate confit de Mayara Fusco

Prato é versátil e fácil, podendo ser servido como petisco, em sanduíches, entradas e principais

Por Júlia Pessôa

13/01/2019 às 07h07

Foto: Fernando Priamo

Das melhores lembranças de sua infância, Mayara Fusco guarda com carinho a memória de um fogãozinho a lenha feito de tijolos pela avó. “Ela ensinava a fazer bolos, biscoito de polvinho, salgados… Todos os encontros de família da casa dela eram com mesa grande, farta e o fogão a lenha sempre aceso. A primeira receita que aprendi foi um bolo formigueiro. Essas são minhas memórias afetivas mais queridas”, diz a dona de casa, que atualmente estuda gastronomia no Instituto de Gastronomia das Américas (IGA) para se aprofundar na paixão por cozinhar.

A receita sugerida por Mayara, apesar de simples, requer cuidado e paciência, pois demora bastante a ficar pronta. “Ela exige paciência e gás! (risos) É uma receita muito fácil mas exige cuidado para não passar do tempo ou sair do forno antes. Então o gás é o de cozinha e também para quem cozinhar, porque é preciso ficar atento o tempo todo!”, orienta. “Apesar de ser uma receita com que tive contato mais recentemente, ela se tornou um sucesso na minha família e entre meus amigos, todo mundo gosta. Vi uma receita lá para 2017 e fui adaptando ao meu paladar”, conta ela, que depois que encontrou o sabor desejado passou até a aceitar encomendas na sua Sô Conserveria (99113-4345).

Para Mayara, o diferencial da receita é o fato de ela ser 100% artesanal e sem conservantes, além de ser superversátil e poder ser utilizada em variados pratos e ocasiões. “Ele pode substituir o tomate cru nas saladas, ser recheio de sanduíches e hambúrgueres, vai bem bom bruschettas, acompanhando torradinhas, no risoto, com uma massa… costumo brincar que ele combina com tudo”, diz ela. “E para quem tem restrição de consumo de açúcar, ele pode ser substituído por adoçante culinário sem qualquer problema”, orienta a dona de casa, que planeja continuar se aperfeiçoando e fazer da gastronomia sua profissão.

O conteúdo continua após o anúncio

Tomate confit por Mayara Fusco

Foto: Fernando Priamo

Ingredientes

1 kg de tomate italiano (cortado em 4 partes e sem semente)
80g de açúcar demerara
8g de sal
500 ml de azeite extra-virgem
10 dentes de alho fatiado
Ramos de tomilho (desfolhado do caule)
3 unidades de cravo
Orégano (quanto baste)

Modo de preparo:

Lave bem os tomates, seque com papel-toalha e disponha-os em um tabuleiro, polvilhando com o açúcar e o sal. Coloque todos os temperos, menos o orégano, e por último acrescente o azeite. Em seguida, leve ao forno em temperatura bem baixa (80°C). O tempo de forno vai variar de acordo com a quantidade de água do tomate, e ele estará pronto quando não restar mais nenhuma água no tabuleiro (estará desidratado).

Quando tirar do forno, salpique o orégano e coloque em vidros limpos e esterilizados. Pode ser armazenado por 3 meses e, após aberto, deve ser consumido em no máximo 10 dias, mantido em geladeira.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia