Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / chuva / blogs e colunas / obituário / polícia

Cinco coisas que você precisa saber antes de iniciar um curso intensivo

PUBLIEDITORIAL

Por Sistema 3

25/05/2020 às 07h00

Ecila Werneck, que cursou espanhol e inglês no Sistema 3, aproveita todas as oportunidades que tem para praticar os idiomas e confirma a eficiência do ensino intensivo

Como já vimos nesta coluna, o desejo de falar uma nova língua pode ser realizado em qualquer momento da vida, sobretudo na idade adulta. Quem tem pressa pode contar com metodologias de ensino intensivo, como a do Sistema 3, escola de idiomas que oferta cursos de inglês, espanhol e francês, com nove horas de aula por semana e duração de seis meses. Mas, antes de iniciar essa jornada, é importante ter em mente estes cinco fatores:

1 – Não cultive crenças limitantes
Se alguma experiência anterior foi frustrada, a tendência é desacreditar nas próximas tentativas. “Não tenho idade para isso” e “não levo jeito” são frases comuns que alimentam o medo e a falta de coragem. Essas crenças limitantes tanto podem partir de você quanto de pessoas ao seu redor, que te desencorajam a inovar. Ao aprender um idioma, a pessoa terá dúvidas, cometerá erros e terá que corrigi-los. Mas os tropeços que acontecem não podem ser encarados como incapacidade, mas sim uma oportunidade para ressignificar e seguir em frente.

2 – Vença o mito de que “só serei fluente se morar fora”
Viajar traz inúmeras lições, mas condicionar a fluência a uma experiência no exterior pode ser um grande equívoco. É possível ter um excelente nível de inglês, espanhol ou francês, por exemplo, sem nunca ter visitado um país onde essas línguas são o idioma oficial. Com todos os recursos disponíveis em músicas, filmes, vídeos, arte e noticiários internacionais, conhecer um outro país não significa ter que, necessariamente, estar lá fisicamente.

3 – Na primeira oportunidade de exercitar, ficar na defensiva
Falar um novo idioma é desafiante e pode desencadear quadros de nervosismo e insegurança. Por isso, o processo de estudo deve ser positivo para que o aluno vá ganhando confiança. Se o aluno estiver rodeado de pessoas que têm uma atitude positiva, que entendam que errar faz parte do processo, ele se sentirá muito mais confiante e corajoso para se arriscar. Falar “certo” ou falar “direito” é um mito, porque isso varia muito de pessoa para pessoa. Lembre-se: cada um tem um jeito próprio de se expressar e a sua fala reflete mais do que quem você é, também reflete quem você está se tornando a todo instante.

4 – Crie uma rotina de estudos com disciplina
Seja qual for a língua, para ser fluente, é preciso ter contato frequente com ela. Sai na frente quem é proativo e estimula a memória com atividade que complementam as aulas. Não espere a língua bater na sua porta, dê o primeiro passo, inicie conversas, comente em sites, interaja anonimamente, participe de jogos on-line. Isto é uma forma de exercitar e perder a timidez.

5 – Olhar para produtos artísticos estrangeiros além do entretenimento
A arte é feita para emocionar e, também, para desafiar. Quando se aprende uma nova língua, músicas, filmes, documentários e leituras são ótimos aliados. Tente entender um refrão difícil daquela canção, assista filmes sem legenda, leia notícias em sites internacionais. Esses esforços permitem melhorar a compreensão, o vocabulário e a estrutura das frases. Estudar um idioma estrangeiro significa que você está inserido num mundo totalmente globalizado, onde as possibilidades de intercâmbio cultural ou profissional estão presentes em todo instante.

Site: www.sistema3.com.br
Endereço: Rua Barbosa Lima, 278, Centro
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 22h e sábado das 9h às 16h
Telefone: (32) 3212-6496
Whatsapp: (32) 98824-1025
Facebook: /sistema3
Instagram: @sistema3





Desenvolvido por Grupo Emedia