5 dicas de economia que podem ajudar na hora de adquirir um imóvel

PUBLIEDITORIAL

Por Universal Imóveis

13/06/2018 às 07h00

Luciano Esteves – Especialista Imobiliário Universal Imóveis

Pensando em adquirir a sua casa própria, e precisa de dinheiro? Veja algumas dicas de economia que você pode fazer para atingir seu objetivo o quanto antes. Comprar a primeira casa própria é uma tarefa que exige bastante planejamento e controle. Porém, esse sonho pode ser realizado mais rápido se você se organizar e fizer pequenas economias no seu dia a dia. Parece pouco, mas é a melhor forma de manter o foco na missão de conquistar o seu tão sonhado lar. Confira algumas dicas infalíveis quando a meta é poupar:

1. Planejamento: Guarde um valor fixo todo mês

Nossa primeira dica parece óbvia para você, mas essa é uma das melhores formas de se comprometer, estipulado metas e se organizando. Inclusive, uma boa forma de fazer isso é contando com a ajuda da tecnologia. Hoje existem vários aplicativos como o Mobills, Expense IQ e o Orçamento Diário.

Faça as contas e separe um valor mensalmente, como se fosse uma conta a mais para pagar. A dica aqui é guardar essa economia em uma poupança e evitar de e mexer no dinheiro pois a finalidade dele já está definida.

LEIA MAIS: Benefícios da permuta de imóveis

2. Dê prioridade aos gastos fundamentais

Quando o objetivo é comprar uma casa própria alguns gastos devem ser repensados. Talvez não seja o momento para uma viagem cara, mas sim algum passeio no próprio Estado ou região. Não precisa de se privar de fazer as coisas. O melhor mesmo é buscar alternativas que sejam boas e econômicas. Analise se vale a pena pagar pacotes caros de TV por assinatura, se está valendo a pena manter a academia ou até mesmo repense sobre aquele cartão de crédito que gera taxas e você talvez nem use com frequência.

3. Pense em alguma remuneração extra

Tem alguma habilidade especial? Então invista seu tempo livre para ganhar mais dinheiro. Vale investir em culinária, artesanato ou até mesmo em algo por temporada ou datas comemorativas. Tudo isso será crucial para a conquista do tão esperado imóvel.

4. Capriche na entrada

Mesmo com a tendência de queda da taxa básica de juros, o índice do financiamento imobiliário ainda são altas no Brasil. Por isso, um boa sugestão é focar em dar uma boa quantia na entrada. Assim o montante a ser financiado será bem menor e você pode se programar com mais facilidade. Use seu saldo do FGTS ativo e inativo para melhorar ainda mais esse pagamento inicial.

5. Escolha o financiamento ideal

Busque sempre o financiamento que caiba no seu bolso para não se enrolar e causar transtornos futuros. Pense que também é importante separar uma parcela do dinheiro para alguma emergência e, claro, para os gastos necessários do dia a dia.
Fuja das dívidas e consulte seu corretor para orientações sobre as melhores alternativas de financiamento e fazer os cálculos a longo prazo.

Planejamento é tudo! Então mantenha o foco. Lembrando que na Universal Imóveis você conta com uma assistência completa e pode tirar todas as suas dúvidas na hora de comprar um imóvel.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Desenvolvido por Grupo Emedia