Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Setor imobiliário adere de vez à tecnologia

PUBLIEDITORIAL

Utilização de ferramentas digitais, tão indispensáveis neste momento de pandemia, agilizam processos e aceleram as contratações


Por Universal Imóveis

03/05/2021 às 07h00

Reinvenção é a palavra-chave da pandemia. Todos os setores tiveram que se adaptar às medidas impostas pelo isolamento, utilizando novos meios de contato e atendimento, para conseguir enfrentar a crise. A tecnologia, que já era tida como aliada há tempos, se tornou fundamental e indispensável. No setor imobiliário, ela foi uma das responsáveis por movimentar o mercado e manter as negociações ativas, graças às suas facilidades.

O mercado imobiliário sempre foi conhecido pelas burocracias que acabavam por estender o tempo de negociação, até porque são muitas etapas que precisam ser feitas com atenção. Com a finalidade de amenizar as burocracias e acelerar seja a locação, o aluguel ou a venda, a tecnologia foi sendo incorporada aos poucos. Esse processo todo foi antecipado pela pandemia, que, praticamente, exigiu prioridade de métodos à distância. De acordo com Luciano Esteves, especialista imobiliário e diretor comercial da Universal Imóveis, empresas que já possuíam estrutura tecnológica saíram na frente. “Todas as facilidades vieram para empresas que já buscavam o conhecimento e tiveram que se adaptar ainda mais no digital. Quem, então, já tinha esse hábito, como é o caso da Universal, não teve tanta dificuldade, e o impacto foi bem menor”, diz.

Tecnologia no setor imobiliário

Foram várias as implementações digitais inseridas no setor imobiliário. Na Universal Imóveis, por exemplo, o atendimento é 100% on-line, podendo ser feito também por WhatsApp e e-mail. Dessa forma, até as assinaturas de documentos e contratações vêm sendo feitas virtualmente. O uso de assinatura digital, inclusive, já faz parte da empresa há três anos, mas foi intensificado nesses tempos. Márcia Lombardi, diretora executiva da Universal Imóveis, conta que, agora, tem clientes até fora do Brasil, e tudo é feito de maneira digital: “Esse processo é uma coisa que eu nem pensava ser possível quando comecei na profissão. Então, analisando isso, olha quanta coisa a gente ganhou, quanto tempo foi otimizado”.

“A Universal buscou conhecimento para saber o que tinha de novo no mercado e, por isso, foi cada vez mais ganhando forma no mundo digital. Então, na pandemia, o abalo foi mínimo, porque já tínhamos estrutura tecnológica para acelerar o processo de atendimento e estruturação nesse novo normal.”

Luciano Esteves
Especialista imobiliário e diretor comercial da Universal Imóveis

Outro meio inserido no processo foi a criação de aplicativos de locação e condomínio. Nos aplicativos de locação, por exemplo, o proprietário consegue ter acesso completo aos trâmites do contrato e acompanhar, na palma da mão, o que está acontecendo. Já naqueles apps desenvolvidos para condomínio, foi implementada a possibilidade de realizar as reuniões de maneira virtual, com a finalidade de não promover aglomeração, além de outros tantos benefícios.

Além de tudo isso, agora é possível também fazer visitas nos imóveis por meio de tour virtual e até encontrar o espaço ideal através do aplicativo. Mas, ainda assim, Márcia e Luciano defendem a necessidade de priorizar, sobretudo, o atendimento humanizado, essencial para o cliente se sentir bem e fechar o negócio. Por isso, Luciano enfatiza que “a tecnologia, aliada à relação humana, tem o objetivo de acelerar os processos”. Márcia, por sua vez, conclui que a Universal, como uma empresa, “tem que tomar este cuidado: ser digital, mas sem perder o lado humano, já que nos preocupamos é com as pessoas”.

Leia também: Baixas taxas: o cenário perfeito para realizar o sonho da casa própria

Entre em contato!

Whatsapp
(32) 99800-2192

Instagram
@universalimoveisjf

Facebook
/universalimoveisjf

Site
www.universalimoveis.com.br



Desenvolvido por Grupo Emedia