Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Corolla ‘esportivo’ chegará em dezembro

Sedã será o segundo modelo da Toyota a receber a sigla GR, da divisão esportiva; marca também prepara Hilux reestilizada


Por José Antonio Leme e Diogo de Oliveira- Agência Estado

28/10/2020 às 17h52

A Toyota irá lançar o Corolla GR Sport em dezembro. O sedã será o segundo modelo da marca a receber a sigla da divisão esportiva Gazoo Racing. A primeira foi a picape Hilux GR-S, oferecida com motor turbodiesel e V6 a gasolina.

O Corolla GR Sport terá alterações estéticas, para deixá-lo com aspecto mais esportivo. Ele vai ocupar o lugar da versão XRS, oferecida na geração anterior. Entre as mudanças estão novas rodas, acabamento preto brilhante na grade, capa dos retrovisores, colunas B e no friso das luzes de neblina.

Corolla terá novas rodas, acabamento preto brilhante na grade, capa dos retrovisores, colunas B e no friso das luzes de neblina (Foto: Toyota Divulgação)

Há também saias laterais com detalhes pretos, um discreto defletor de ar na tampa do porta-malas, antena do tipo “tubarão” e uma faixa escura ligando as lanternas. O logotipo “GR Sport” aparece junto da identificação da versão híbrida. Opcionalmente, o teto pode ser preto.

Por dentro, o Corolla GR Sport terá volante de couro perfurado, além de soleiras de alumínio escovado nas portas com o logo da versão. Os assentos dianteiros têm revestimento com costura vermelha e branca.

Por dentro, o Corolla GR Sport terá volante de couro perfurado, entre as novidades (Foto: Toyota Divulgação)

Enquanto a versão XRS era equipada com o motor 2.0 flexível de até 154 cv, a nova opção “esportiva” do sedã líder de vendas recebeu o mesmo conjunto híbrido flexível do Corolla Altis. Ele alia o motor 1.8 flexível de até 101 cv com o elétrico de 72 cv. Juntos, fornecem 122 cv. O torque é de 14,5 mkgf no 1.8 e 16,6 mkgf no elétrico.

O conteúdo continua após o anúncio

Hilux reestilizada

A Toyota também trabalha para o lançamento da Hilux reestilizada no Brasil. Após registrar os desenhos industriais da picape no Instituto Nacional de Propriedade Industrial, INPI, a montadora japonesa prepara a revelação. Segundo o jornalista Jorge Moraes, colunista do UOL, o lançamento está marcado para o dia 17 de novembro, em transmissão pela internet. As vendas da linha 2021 devem começar na semana seguinte.

A Hilux é produzida na Argentina e teria lançamento em novembro (Foto: Toyota Divulgação)

A Hilux é produzida na Argentina, junto com o utilitário SW4, que também passou por renovação.

As mudanças no desenho são discretas, mas suficientes para renovar o estilo já cansado da atual geração, que chegou ao mercado no fim de 2016. Na dianteira, o destaque vai para os novos faróis, mais pontudos e com efeito tridimensional, além de barras de LEDs na parte interior. A grade está bem maior e a picape aparenta mais robustez.

Atrás, as novas lanternas com arcos duplos verticais de LEDs são o ponto alto do estilo. Já no interior a principal novidade é a nova tela multimídia com processador mais rápido e, finalmente, conectividade com Android Auto e Apple Carplay.

O motor 2.8 turbodiesel terá a potência elevada de 177 cv para 204 cv, enquanto o torque irá dos atuais 45,9 para 51 mkgf. O câmbio continuará a ser manual ou automático, ambos de seis marchas.

O propulsor 2.7 flexível vai manter os 159 cv com gasolina e 163 cv com etanol, acoplado ao câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis velocidades. Os preços deverão ser anunciados no lançamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia