Tópicos em alta: tiroteio entre polícias / polícia / enem 2018

Governo vai prorrogar prazo de inscrição para agente socioeducativo

Por Tribuna

06/11/2018 às 12h44- Atualizada 06/11/2018 às 17h49

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), prorrogou, até o dia 13 de novembro, o prazo de inscrições do processo seletivo para o preenchimento de 322 vagas de agente de segurança socioeducativo, sendo 298 para homens e 24 para mulheres. Estão previstas 12 oportunidades para Juiz de Fora, sendo duas para mulheres. Embora as inscrições tenham sido abertas na segunda-feira (5), houve a suspensão temporária do processo no mesmo dia, sob o argumento de necessidade de “adequação no sistema de inscrições”. O processo foi reaberto nesta terça (6) e terminaria na quarta-feira (7), mas foi revisto.

Por meio de nota, a Sesp informou que “em função de problemas técnicos no sistema de inscrições”, o prazo inicialmente estabelecido será estendido até a próxima terça-feira. “Devido a inconsistências causadas por acessos múltiplos e simultâneos, orientamos aos candidatos que priorizem o acesso ao sistema de inscrições fora dos horários de pico.”

O conteúdo continua após o anúncio

Para concorrer a uma oportunidade, o candidato precisa ter o ensino médio completo. A remuneração é de R$ 4.098,45, para carga horária de 40 horas semanais em regime de dedicação exclusiva. A inscrição é gratuita e será feita on-line, pelo site seguranca.mg.gov.br. As vagas serão distribuídas por 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps) do Estado e haverá também cadastro de reserva. Além de Juiz de Fora, os municípios contemplados são Belo Horizonte, Contagem, Unaí, Uberaba, Vespasiano, Uberlândia, Governador Valadares, Patos de Minas, Montes Claros, Ipatinga, Curvelo, Teófilo Otoni e Sete Lagoas.

O processo seletivo, que se destina à contratação administrativa excepcional e temporária dos agentes, é composto por quatro fases: análise de currículos, comprovação de idoneidade (investigação social), avaliação psicológica e curso introdutório. Os critérios de pontuação dos candidatos estão detalhados no edital publicado no site da secretaria. Experiência de trabalho no sistema socioeducativo será pontuada, mas quem já foi contratado como agente só poderá ser selecionado novamente passados dois anos do término do último contrato.

Dentre as funções do cargo estão: exercer atividades de vigilância e escolta nos espaços intramuros e extramuros das unidades da Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase), zelando pela integridade física, mental e emocional dos adolescentes em regime de internação e semiliberdade; garantir a integridade do patrimônio e a segurança dos servidores em exercício nas unidades de atendimento; assegurar o cumprimento das medidas socioeducativas; e atuar como orientador no processo de reinserção social do adolescente em conflito com a lei. Dúvidas sobre o processo seletivo podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected]ça.mg.gov.br.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia