Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Aliados querem Zema e Bolsonaro no mesmo partido

Por Paulo Cesar Magella

11/10/2021 às 18h21 - Atualizada 08/10/2021 às 19h23

Aliados do governador Romeu Zema estariam articulando sua filiação ao mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro, para facilitar a campanha eleitoral de ambos em 2022. Esta questão, no entanto, está mais no campo das especulações do que das possibilidades, pois já não é mais tão certa, por exemplo, a filiação do presidente ao PP do deputado Arthur Lira. Dentro do próprio Governo há resistências, assim como também na base do governador. Como destaca o blogueiro Orion Teixeira, de Belo Horizonte, os fatos ainda não estão consolidados. Ademais, Zema também é cortejado pelo União Brasileira, resultante da fusão do PSL e o DEM, mas ele pode até continuar no Novo, desde que haja espaço para a formatação de coligações, dado, hoje, impedido pelo estatuto da legenda.

O conteúdo continua após o anúncio

Escolha de Pacheco muda configuração de palanques em Minas

O novo partido também corteja o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco, que já presidiu o DEM de Minas, que não seria um empecilho para Zema ante o seu claro interesse na eleição presidencial. Mas ele também pode migrar para o PSD de Gilberto Kassab, o que lhe colocaria no palanque do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia