Frente adverte candidatos que votaram a favor da recomposição salarial de 4,62%

Sindicatos serão alertados para atuar contra parlamentares que apoiaram a recomposição salarial

Por Paulo Cesar Magella

Os deputados que votaram contra o funcionalismo público no projeto que tratou da recomposição salarial de 4,62%, aprovada pela Assembleia Legislativa devem ficar atentos. A Frente Mineira em Defesa do Serviço Público convocou aos cerca de 10 sindicatos e associações que a integram a agirem contra as pré-candidaturas a prefeito desses parlamentares. Seus nomes continuarão na lista até o pleito de 2026. A informação é do jornalista Orion Teixeira em seu blog.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Sou da primeira geração da Tribuna, onde ingressei em 1981 - ano de fundação do jornal -, já tendo exercido as funções de editor de política, editor de economia, secretário de redação e, desde 1995, editor geral. Além de jornalista, sou bacharel em Direito e Filosofia. Também sou radialista Meus hobbies são leitura, gastronomia - não como frango, pasmem - esportes (Flamengo até morrer), encontro com amigos, de preferência nos botequins. E-mail: [email protected] [email protected]

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também