Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Bolsonaro perde prestígio em Minas, diz Opus/Estado de Minas

Por Paulo Cesar Magella

04/10/2021 às 19h00 - Atualizada 04/10/2021 às 17h31

Três anos depois de vencer em Minas, o segundo maior Colégio Eleitoral do país, com 58,19% dos votos válidos, o presidente Jair Bolsonaro é rejeitado por 57% dos mineiros, enquanto sua aprovação é de 40%. Os dados fazem parte de pesquisa do Instituto Opus, em parceria com o jornal Estado de Minas, divulgada nessa segunda-feira.

O conteúdo continua após o anúncio

Apoio a Zema é maior do que nas eleições de 2018

A pesquisa também avaliou a performance do governador Romeu Zema e, ao contrário do presidente, ele continua bem avaliado. Vencedor do pleito já na primeira tentativa na vida pública, com 71,8% dos votos no segundo turno, hoje seu mandato é aprovado por 72%, enquanto 23% não aprovam. Ainda de acordo com a Opus/Estado de Minas, “ao todo, 5% não souberam responder ou não opinaram. Zema é considerado ótimo ou bom por 53% dos entrevistados (17% veem o governador como ótimo, enquanto 36% o consideram bom) e regular para 29%. Também há fragmentação deste dado para atual chefe do Executivo mineiro, com 19% o considerando como regular positivo, e 10% como regular negativo.”

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia