Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Quadros: para inspirar a sua decoração!

Como usar quadros para ter um décor cheio de personalidade

Por Patrícia Alvim

12/09/2021 às 07h00 - Atualizada 10/09/2021 às 17h47

Compor quadros é uma arte. Eles são peças-chave na decoração, já que contam sobre as nossas histórias, referências e expectativas. Há quem comece a desenhar ambientes por eles, já que são capazes de dar o tom de toda a decoração. Pensando nisso, conversei com a Patrícia Malvaccini, que é artista plástica. Hora de se inspirar e dar vida às paredes de casa.

Patrícia Alvim – Quais as dicas para quem quer usar quadros na decoração?

Patrícia Malvaccini – A minha principal dica é que a arte, seja pintura ou fotografia, deve fazer sentido para quem está escolhendo e principalmente para os moradores da casa. Eu sempre faço algumas perguntas sobre as cores favoritas, se tem criança em casa, qual o sentimento que o quadro desperta e, claro, se está em harmonia com a decoração.

Qual a altura correta para pendurar um quadro?

O quadro não pode ficar “flutuando” no ambiente, não pode ficar perdido. Para isso, devemos buscar como parâmetro os móveis para criar uma composição. O ideal é 25cm acima do sofá, 1,60m de altura do chão quando estiver sozinho na parede, e sempre com o ponto focal na altura dos olhos. Atualmente, os quadros em grandes formatos estão muito em alta.

Qual a melhor maneira de fixar o quadro?

O conteúdo continua após o anúncio

Se você não quer furar a parede, existem fitas autocolantes muito poderosas, mas muitas vezes a furadeira é a forma mais segura. Eu sempre indico um profissional para garantir perfeição. Um quadro torto ou em vista de queda não é legal.

É possível misturar quadros com molduras diferentes no mesmo ambiente?

Claro! Quando o cliente tem um acervo de fotos e pinturas, nós podemos dispor criando uma composição afetiva. Mas quando não tem o acervo, podemos criar a galeria com a diversidade de molduras, dando assim a sensação de memória. O ideal é mesmo que não fique tudo igual. Pense em uma família, somos parecidos, mas não somos iguais.

Ficha técnica:

Fotos: Rogério Talma
Quadros: Elemento Casa

Patrícia Alvim

Patrícia Alvim

Sou graduada em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Atuei como modelo e apresentadora do programa Panorama Revista, veiculado na TV Panorama, hoje TV Integração (Rede Globo). Ministro cursos de maquiagem, postura e etiqueta e produzo desfiles, catálogos e editoriais de moda para revistas. Ainda comando e apresento o programa "Moda e Estilo", veiculado na Rádio CBN. Além de escrever para a coluna "Moda e Estilo" inserida no jornal Tribuna de Minas. Sou empresária, diretora de uma agência de modelos e ainda possuo várias plataformas de mídias como Site, Instagram e Fanpage, todas com sucessos recordes de visitações e likes. Outro produto, é a Revista Patrícia Alvim, que está na quarta edição.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia