Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Turismo de jogos: dicas para se preparar para visitar um destino de cassinos

De cassinos em Las Vegas a roteiros de navio, são muitas as oportunidades de viagens para os jogadores de plantão.


Por Celso Martins Santos

26/05/2022 às 14h12- Atualizada 27/05/2022 às 01h13

O turismo de jogos é um segmento que atrai viajantes do mundo inteiro em busca dos destinos que oferecem cassinos e outros espaços de apostas. Esse universo, eternizado nas telas de cinema por anos, chamam a atenção por todo seu luxo e grandiosidade.

E, entre os brasileiros, a curiosidade é ainda maior, afinal, os cassinos não são permitidos no país. Isso faz com que muitos turistas façam roteiros de jogos em destinos mundialmente famosos por sua noite agitada de jogos.

Mas, antes de embarcar em uma viagem como essas, é importante estar atento a alguns pontos. Veja:

Escolha seu destino ideal

Na hora da escolha do destino de jogos, é importante pensar também no roteiro geral da cidade. Quem viaja com a família, por exemplo, pode optar por um destino com mais atrativos além dos jogos para agradar a todos.

O conteúdo continua após o anúncio

Além da icônica Las Vegas, é possível fazer uma viagem deste tipo para destinos próximos do Brasil, como Uruguai e Argentina, ou então lugares na Ásia, como Singapura e Macau; e também Mônaco, na Europa, com todo seu charme em estilo francês.

Prepare-se online

Antes de viajar é importante treinar para já ir se acostumando com os jogos. Uma boa sugestão é visitar plataformas como a PIXBET, que, além de apostas em diversas modalidades e eventos esportivos, também oferece a possibilidade de apostar na roleta online e no cassino da PIXBET pelo tablet, celular ou computador.

Cruzeiros também são boa opção

Quem deseja apostar em cassinos e ainda conhecer diversos destinos pode optar por uma viagem de navio. Os roteiros marítimos internacionais incluem espaços tão luxuosos quanto os lugares mais famosos em terra e ainda oferecem a oportunidade de navegar pela costa do Caribe ou da Europa, por exemplo, conhecendo locais paradisíacos.

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia