Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Cinco hábitos que podem causar corrimento de repetição

Alimentação balanceada e mudanças nos hábitos de higiene são alguns dos fatores que evitam o corrimento de repetição


Por Elaine Moura*

10/06/2022 às 08h37- Atualizada 10/06/2022 às 09h56

Muitas mulheres passam pela situação de ter corrimento de repetição, realizam vários tratamentos e o corrimento acaba voltando! Muitas vezes, a situação é motivada por alguns hábitos incorretos – e que podem ser evitados. São vários os casos de mulheres, por exemplo, que desconhecem que determinadas práticas pode fazer mal a sua saúde íntima.

Confira cinco maneiras de evitar o corrimento de repetição

Ducha vaginal pode causar corrimento de repetição

Muitas mulheres, com a intenção de fazer uma melhor higienização íntima, acabam utilizando a ducha vaginal, que consiste na lavagem com água ou com sabonete dentro do canal vaginal. Porém, essa prática acaba retirando a defesa natural da mulher, alterando o PH da região e deixando-a mais susceptível a infecções. A forma correta é realizar a higiene íntima apenas na região externa e com uso de sabão neutro.

Evite roupas apertadas

As mulheres que possuem o hábito de usar roupas muito justas e apertadas acabam causando a proliferação de microorganismos na região íntima, pois essa região fica mais aquecida e sem transpiração desencadeando um ambiente propício para a proliferação de fungos e bactérias.

Uma dica é usar roupas mais largas, calcinha de algodão – para facilitar a transpiração- e de preferência dormir sem ela. Essas técnicas irão arejar a região e prevenir o surgimento de infecções.

Uso de antibiótico por tempo prolongado

Quando a mulher precisa fazer uso de antibióticos, essa medicação acaba atingindo a todas as bactérias do corpo, tanto as ruins quanto as boas. Porém, o nosso corpo necessita de uma microbiota saudável para nos deixar com a imunidade boa. E quando se utiliza antibiótico por muito tempo, o corpo humano fica desprotegido.

O conteúdo continua após o anúncio

Por isso, é importante introduzir os probióticos logo que encerrar o uso das medicações, pois eles irão suplementara microbiota prejudicada, deixando-a saudável e o corpo protegido contra infecções e corrimentos.

Uso de protetor diário deve ser evitado

Muitas mulheres utilizam o protetor diário para não sujar a calcinha, porém seu uso causa abafamento na região íntima, deixando-a sem transpiração e quente.

As consequências desse hábito são as mesmas de quem utiliza roupa apertada. E com um agravante: a grande maioria dos protetores possuem uma camada plástica, assim como os absorventes, impedindo a transpiração da região íntima. Ou seja, características que os microrganismos adoram.

Alimentação rica em açúcar e carboidrato pode causar corrimento de repetição

Poucas mulheres sabem e se dão conta que os hábitos alimentares podem influenciar diretamente na saúde íntima. O consumo de doces e carboidratos alteram o PH vaginal, devido ao excesso de glicose no corpo, que é a substância final da digestão desses alimentos. Isso favorece o aparecimento de corrimento.

 

* Elaine Moura é fisioterapeuta pélvica. Pós-graduada em Saúde da Mulher, Sexualidade Humana e Psicomotricidade. Doutoranda em Psicologia.

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia