Tópicos em alta: matheus goldoni / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Inscrições para o Fies do 2º semestre já estão abertas

Os estudantes interessados em participar do programa têm até sábado, 22, para fazer a inscrição. Para este segundo semestre foram disponibilizadas 155 mil vagas.

Por Caderno Educação

16/07/2018 às 12h31- Atualizada 16/07/2018 às 12h37

Começaram hoje, 16, as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), edição do segundo semestre de 2018. Clique aqui para fazê-la.Os interessados têm até às 23h59 do dia 22 de julho para concorrer a uma das 155 mil vagas disponíveis.

Inscrições Fies

O Fies é um programa focado em ampliar o acesso dos estudantes brasileiros ao ensino superior. Veja se você se enquadra ao perfil do programa e participe!

 

Encontre sua bolsa de estudos

Quem pode participar?

– estudantes que participaram de uma das edições do Enem a partir de 2010

– estudantes que obtiveram média igual ou superior a 450 pontos

– não ter zerado a redação

Para concorrer na modalidade de financiamento do Fies o candidato deve ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos. Já na modalidade P-Fies (quando o agente financeiro é o banco), a renda familiar mensal bruta per capita deve ser de três a cinco salários mínimos.

O estudante que não for pré-selecionado na primeira chamada será inscrito por ordem de classificação na lista de espera a fim de preencher as vagas não ocupadas. A modalidade P-FIES não tem lista de espera.

Cronograma Fies 2018.2

Inscrições: de 16 a 22 de julho

Resultado: 27 de julho

Complementação inscrição: de 27 a 31 de julho

Lista de espera (modalidade Fies): de 1º a 24 de agosto

 

O conteúdo continua após o anúncio

Inscrições Fies segundo semestre

Em 2017, o Ministério da Educação (MEC) mudou as regras para o FIES. Uma das principais novidades é a oferta de 100 mil vagas ( 50 mil para cada semestre) a juro zero para estudantes mais carentes. O novo FIES é um modelo de financiamento estudantil moderno, que divide o programa em duas modalidades.

 

Na primeira, o novo FIES oferecerá vagas com juros zero para os estudantes que  tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Nessa modalidade, o aluno começará a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda, fazendo com que os encargos a serem pagos pelos estudantes diminuam consideravelmente.

A outra modalidade de financiamento (P-Fies) é para estudantes com renda familiar de até cinco salários mínimos. Ela funciona com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

Leia também:

Sisu: confira os aprovados para o 2º semestre

Resultado do ProUni já está disponível

Minas Gerais se destaca com as maiores notas do Enem

Mais oportunidades

Em junho, o MEC divulgou o aumento no teto das mensalidades dos cursos ofertados pelo Fies.  No início do ano, o limite era de cursos com mensalidade de até R$ 5mil, para esta edição do segundo semestre de 2018,  mensalidades de até R$ 7 mil ( ou R$ 42 mil por semestre) também poderão ser financiadas.

Outra novidade também anunciada mês passado foi a garantia de um financiamento mínimo por estudando igual a 50% do valor semestral. Confira mais informações aqui!

 

Bolsas de estudo

Cursar uma graduação ficou ainda mais fácil com o apoio de projetos de financiamentos estudantis. Um desses programas é o Tô de Bolsa. Ele oferece bolsas de estudo de até 60% de desconto nas mensalidades durante toda graduação, sem a necessidade de renovação do financiamento.  

Aproveite o segundo semestre e garanta a sua bolsa. Quer saber mais? Clique aqui e comece a estudar já!

Sugira uma pauta!

Qual assunto você gostaria de ler mais aqui? No que mais tem dúvidas? O Caderno do Enem quer saber sobre quais outros temas podemos escrever que irão ajudar nos seus estudos. Mande a sua sugestão de pauta para [email protected].

 

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia