Tópicos em alta: novembro azul / enem / Mercedes-Benz / bolsonaro / polícia

Falta de tempo pra se exercitar? De olho no sedentarismo!

Por Luiz Henrique Fernandes

20/09/2018 às 12h11 - Atualizada 20/09/2018 às 16h44

Em pesquisa realizada pelo IBGE, foi possível identificar que 60% da população brasileira é SEDENTÁRIA, e que 4 em cada 10 pessoas que tem o sedentarismo fazendo parte de suas vidas, apontam como motivo para não se exercitarem a FALTA DE TEMPO!

Falta de tempo é o motivo mais considerado para não se praticar atividades físicas.

Tudo bem que a nossa vida é muito cheia de afazeres e nosso dia a dia cada vez mais corrido, mas, TEMOS que separar “uma horinha” desse dia tão corrido para cuidarmos da nossa saúde!

Por conta dessa correria do dia a dia, realmente acabamos priorizando outros afazeres e deixando a atividade física de lado, e, isso pode ser um fator determinante para acarretar diversos problemas de saúde.

Desde muito cedo, deve-se estimular as crianças à prática de exercícios. O mundo tecnológico é importante, mas não pode ser exclusividade!

O sedentarismo, considerado como o ¨mal do século¨, é algo que quando ¨instalado¨, vai ser o chamariz de problemas, fazendo com que a saúde da pessoa entre em declínio e esteja mais suscetível ao surgimento de doenças.

O conteúdo continua após o anúncio

Para reduzir os hábitos sedentários, é preciso ter a consciência de que a atividade física deve ser inserida na rotina de forma gradual, a fim de prevenir possíveis lesões que possam acontecer no período de adaptação. As atividades devem sempre ser prescritas por um profissional de educação física, para que tudo seja realizado de forma correta, e segura, sem que haja risco de lesões e traumas. Vale lembrar a importância do acompanhamento de um profissional em casos onde o indivíduo possa apresentar problemas crônicos, como diabetes, problemas do coração e obesidade, por exemplo, devido aos riscos que as mesmas ocasionam, fazendo com que as atividades sejam direcionadas para cada caso específico.

Dentre os benefícios que a prática de atividade física pode proporcionar, além de evitar o sedentarismo, podemos citar alguns deles para que sejam melhores visualizados, como por exemplo:

  • Diminuição do risco de morte súbta;
  • Diminuição dos níveis de colesterol, triglicerídeos, glicose, etc;
  • Aumento da mobilidade articular e a força muscular;
  • Auxilia na manutenção do peso, dos níveis de gordura corporal e de massa magra;
  • Auxilia na prevenção de doenças como câncer, Alzheimer, Parkinson;
  • Melhora a condição cardíaca e respiratória;
  • Melhora a sensação de prazer e bem-estar, sendo um grande aliado nos tratamentos de ordem psicológica;
  • Proporciona alívio de tensão muscular; diminuição das dores no corpo decorrentes do estresse ou desuso;

    A atividade física bem orientada só te trará benefícios!

Procurar uma atividade em que você encontre prazer em realizá-la te manterá por mais tempo ativo na prática! Procure o profissional certo para te orientar e lembre-se que a frase “desculpas não queimam calorias” é bem verdadeira e além disso não te deixam mais saudável! E você? Faz parte daqueles 60% da população que estão sedentários? Quer continuar fazendo parte? Ou quer pular pro lado saudável da força! Vamos praticar saúde! Bora praticar atividade física!

Para mais informações, outros assuntos, dicas e para conhecer melhor sobre o meu trabalho, acesse o meu Instagram e curta a minha página no Facebook.  Grande abraço e até a próxima!

Luiz Henrique Fernandes

Luiz Henrique Fernandes

O Professor Luiz Henrique Fernandes (CREF 6 MG - 016003) é Bacharel e Licenciado em Educação Física, Pós Graduado em Aspectos Biodinâmicos do Movimento Humano, Diretor Técnico e professor de corrida da equipe Game Over Running, e proprietário do Studio Luiz Henrique Personal Trainer localizado no bairro São Pedro, onde trabalha com o treinamento funcional e todas as suas vertentes. Luiz Henrique também atua como palestrante, levando vários assuntos relacionados a atividades físicas, saúde e qualidade de vida à instituições de ensino e empresas da região.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia