Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Por que não incentivam a educação?

“Abrir as portas para o crescimento e o desenvolvimento de nosso povo é um grande perigo para nossos governantes”


Por Wanderson R. Monteiro, Bacharel em Teologia pelo ICP

11/05/2021 às 07h00

Não é novidade para ninguém que em nosso país bons exemplos de incentivo e ofertas de oportunidades são escassos, e isso afeta a vida de muitos cidadãos brasileiros, atingindo de forma particular os jovens. Essa falta de incentivo e de oportunidade faz com que perpetue em nosso país a triste realidade que já conhecemos: jovens e adolescentes com seus futuros completamente desperdiçados, entregues a todo o tipo de intempéries sociais, sem alguém que lhes estenda a mão ou lhes aponte um caminho diferente do que eles já conhecem e vivenciam.

Muitos são os meios que podem ser usados para que o incentivo e a oportunidade possam transformar a vida de alguém: seja através de um emprego para alguém que não vê mais saída para sua situação, seja através do esporte, que sabemos ter a capacidade de transformar realidades, tendo a capacidade de mudar a história de muitos, principalmente jovens e adolescentes, afastando-os dos muitos perigos que se lhes apresentam. Além disso, a vida e a realidade de muitos também podem ser mudadas através da educação e da cultura.
A cultura tem a capacidade de expandir nossos horizontes e nos apresentar caminhos e oportunidades antes inimagináveis, podendo transformar a vida de todos aqueles que são alcançados por ela.
Em um país onde nos falta oportunidade para tudo, onde sobejam os exemplos ruins, e o crime e a bandidagem se apresentam como caminhos de “mudança” desejáveis para quem não consegue enxergar outra opção, a cultura e a educação têm muito a oferecer e um longo caminho para trilhar até alcançar todos aqueles que necessitam delas.

O conteúdo continua após o anúncio

Infelizmente, mesmo com todo o seu potencial transformador, – ou, talvez por causa dele -, sabemos que em nosso país a cultura e a educação são deixadas de lado por parte de nossas lideranças, sendo destinados a elas pouquíssimos recursos; e quando, por milagre, esses recursos são repassados, na maioria das vezes, eles são muito mal aplicados ou desviados, impedindo que muitas pessoas possam ser alcançadas e ter suas vidas transformadas, através de inúmeros projetos culturais.

Em nosso país, investir na vida dos brasileiros, incentivá-los, mostrando-os uma nova forma de enxergar, viver e até mesmo vencer na vida, não parece ser algo digno de ser levado em conta por nossos líderes. Abrir as portas para o crescimento e o desenvolvimento de nosso povo é um grande perigo para nossos governantes, de forma que, para estes, a falta de investimento em cultura e educação é um grande lucro, pois impede que o povo brasileiro enxergue todas as suas capacidades e os caminhos que poderia trilhar para sair da horrível situação em que nós nos encontramos.

Esse espaço é para a livre circulação de ideias e a Tribuna respeita a pluralidade de opiniões.
Os artigos para essa seção serão recebidos por e-mail ([email protected]) e devem ter, no máximo, 30 linhas (de 70 caracteres) com identificação do autor e telefone de contato. O envio da foto é facultativo e pode ser feito pelo mesmo endereço de e-mail

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia