Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Corpo de Bombeiros de Muriaé encontra corpo de travesti no Rio Preto

Militares suspeitam que vítima tenha sido executada; Polícia Civil investiga o caso


Por Tribuna

12/04/2021 às 15h48

O Corpo de Bombeiros Militar de Muriaé encontrou, na manhã de domingo (11), um corpo de uma travesti, de 17 anos, boiando nas águas do Rio Preto. O caso foi denunciado por populares pelo telefone 193, com os militares realizando a retirada da vítima das águas e entregando para os serviços de perícia. A suspeita dos bombeiros, corroborada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PC/MG), é de que tenha ocorrido uma execução, uma vez que as mãos da vítima estavam amarradas para trás e havia um pano na boca.

O conteúdo continua após o anúncio

O caso é acompanhado pelo Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil, que, em contato com a reportagem, confirmou que está compilando as informações e fazendo levantamentos preliminares a respeito do ocorrido.

A PC afirmou que as investigações ainda estão em fase embrionária, mas que já foi possível identificar a vítima, que seria usuária de drogas. Ainda segundo a corporação, o crime pode estar relacionado com a “temática de drogas”, mas os agentes ainda apuram os detalhes do caso.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia