Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

PSDB oficializa candidatura de Pestana ao Governo de Minas

Nome do vice-governador ainda não foi anunciado e passará pelo crivo da federação formada pelos tucanos e o Cidadania


Por Renato Salles

05/08/2022 às 17h38

Como já era esperado, o PSDB oficializou, na tarde desta sexta-feira (5), a candidatura do ex-deputado federal juiz-forano Marcus Pestana (PSDB) ao Governo de Minas Gerais. Vale lembrar que o PSDB forma uma federação com o Cidadania. A confirmação aconteceu no último dia do prazo para a realização das convenções partidárias previsto pelo calendário eleitoral. O nome do vice-governador da chapa ainda não foi definido.

“Precisamos imediatamente atacar a fome e a miséria. O Brasil vive um momento delicadíssimo. Em um segundo momento, arrumar a casa, que não está arrumada. Não para ganhar medalha de responsabilidade fiscal, mas que tenha recursos disponíveis, equacionados, para educação de qualidade, acesso à saúde e segurança para o cidadão mineiro”, afirmou Pestana, conforme publicado pelo jornal O Estado de Minas.

O conteúdo continua após o anúncio

O PSDB ainda definiu apoio à candidatura ao Senado do vereador de Belo Horizonte Bruno Miranda (PDT). Assim, o arco de apoio à candidatura de Pestana terá o PDT e o Cidadania, além é claro, do PSDB. A escolha do nome do candidato a vice-governador foi delegada à executiva estadual da federação PSDB-Cidadania.

PSC

Também nesta sexta-feira, o PSC realizou sua convenção partidária e formalizou a candidatura do deputado estadual Cleitinho Azevedo (PSC) ao Senado. A legenda vai apoiar a candidatura à reeleição do governador Romeu Zema (Novo).

Tópicos: eleições 2022

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia