Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

JF Vôlei doa mais de duas toneladas de alimentos

Parceria com patrocinador beneficia os quatro núcleos do projeto socioesportivo em escolas públicas da cidade


Por Bruno Kaehler

18/06/2020 às 17h33

Doações foram direcionadas a quatro escolas públicas da cidade (Foto: JF Vôlei/Divulgação)

A temporada do JF Vôlei foi encerrada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) em função da pandemia do novo coronavírus, mas pode-se dizer que a equipe juiz-forana obteve uma grande atuação fora das quatro linhas nas últimas semanas. O time local arrecadou, em parceria com um de seus patrocinadores, mais de duas toneladas de alimentos para doações finalizadas na última quarta-feira (17).

Cento e cinquenta cestas básicas, conforme a assessoria do time da cidade, foram divididas e doadas aos alunos do projeto socioesportivo gratuito do JF Vôlei, desenvolvido em quatro escolas públicas do município. O alimento arrecadado foi encaminhado aos jovens da Escola Municipal (EM) Tancredo Neves, do Bairro São Pedro, da EM Fernão Dias Paes (Bandeirantes), da EM Engenheiro André Rebouças (Milho Branco) e da Escola Estadual Clorindo Burnier (Barbosa Lage). A iniciativa do JF Vôlei nos quatro núcleos é viabilizada também por parceiros da equipe enquadrados no benefício da lei estadual de incentivo ao esporte.

O conteúdo continua após o anúncio

“A ideia veio pela pandemia mesmo, como uma forma de ajudar as crianças. E doamos de maneira democrática. Quem foi buscar os alimentos, recebeu”, explica o diretor técnico do JF Vôlei, Maurício Bara.

Em quadra, o JF Vôlei acabou sua temporada de forma precoce. Ainda em março, às vésperas da primeira partida das quartas de final da Superliga B, no Ginásio da UFJF, contra o Brasília, a CBV encerrou a competição. À época, a equipe local foi voto vencido em votação dos participantes sobre o término do torneio.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia