Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Tupynambás confirma Wesley Assis e intensifica trabalhos para o Módulo II

Clube confirma acordo com ex-treinador sub-20 do Tupi e planeja apresentar o grupo em 2 de junho


Por Bruno Kaehler

10/05/2021 às 18h26- Atualizada 10/05/2021 às 18h35

O Tupynambás impulsiona, a partir desta semana, a formação do elenco para a disputa do Módulo II do Campeonato Mineiro. Após comandar o Athletic Club na primeira divisão estadual, o técnico Gustavo Brancão desembarcou em Juiz de Fora nesta segunda-feira (10), conforme o diretor Cláudio Dias, e uma reunião com mais profissionais do futebol do Baeta irá avançar as primeiras negociações com jogadores.

A ideia do clube é que o grupo, composto por 20 a 23 atletas, a princípio, se apresente em 2 de junho para a largada da pré-temporada, visto que a segunda divisão estadual começa apenas no mês seguinte – o Leão do Poço Rico estreia em 4 de julho contra o Nacional de Muriaé, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. De acordo com o regulamento da competição, os clubes não possuem limite de contratações de jogadores acima dos 24 anos desta vez. No entanto, só pode ser utilizado o máximo de sete atletas nesta faixa etária por partida.

E para otimizar este trabalho de montagem do grupo, o Tupynambás confirmou o acordo com o juiz-forano Wesley Assis. Vice-campeão mineiro sub-20 pelo Tupi há duas temporadas, ele irá auxiliar o treinador Gustavo Brancão desde a avaliação dos atletas, bem como trabalhar ao lado do técnico Rogério Passos na formação das equipes para as categorias de base do clube. “Trouxemos o Wesley, primeiro, porque sempre damos oportunidades ao pessoal de Juiz de Fora. E ele fez um trabalho muito bom no Tupi e temos a pretensão de continuar com a base no sub-15, sub-17 e sub-20”, explicou Cláudio Dias, vice-presidente de Futebol.

Juiz-forano Wesley Assis foi vice-campeão mineiro sub-20 pelo Tupi (Foto: Felipe Couri/Arquivo TM)

“Ideias novas”

Gustavo Brancão e Wesley Assis têm carreiras ascendentes destacadas pela experiência no trabalho com jovens. A dupla também é conhecida pelo gosto às ideias modernas de jogo, utilizando suas próprias contas de redes sociais para divulgar a constante busca por conhecimento e aprimoramento no futebol. Segundo Cláudio Dias, esta característica pode ser um diferencial do clube no objetivo de retornar à elite estadual.

O conteúdo continua após o anúncio

“Gostei muito do trabalho do Brancão nos últimos anos, além do Wesley. Apostamos na juventude e nas novas ideias para montar um time qualificado. O Brancão chegou hoje (nesta segunda*), a gente vai começar a fazer contato com os jogadores que já tínhamos selecionado. Eu estava esperando pra ter justamente um aval do treinador em alguns nomes, o que é importante”, analisa.

Além deles, Cláudio confirmou que terá a experiência de Luiz Carlos Caldiron na preparação física e fisiologia do Baeta, outro nome já conhecido da direção, visto que o profissional defendeu o clube na elite mineira.

Fabinho Alves e mais

Alguns atletas que passaram pelo Tupynambás na Série D do Campeonato Brasileiro de 2020 despertam o interesse do clube no retorno ao Poço Rico. É o caso, por exemplo, do atacante Fabinho Alves, artilheiro da equipe na competição nacional com 10 gols marcados. “Desde que acabou a Série D já conversei com o Fabinho de que era a nossa intenção trazê-lo de volta. O Cleudes, supervisor, já fez o contato e podemos ter novidades em breve”, explica Cláudio.

Além do ponta, o dirigente ainda confirmou o interesse no goleiro Renan Rinaldi, no zagueiro Eduardo, no lateral-esquerdo Diego Porfirio e no volante Bernardo Augusto. Todos estes também integravam o time juiz-forano na quarta divisão brasileira. “Quem estava naquele grupo nos agrada, só que temos que mesclar pela questão da idade. Mas o atleta tem que querer vestir a camisa do Tupynambás e contribuir para o nosso acesso, independente de quantos anos possui, porque não tem limite de faixa etária agora. Ainda assim, devemos ter no máximo dez atletas acima dos 24 anos, com um grupo um pouco mais enxuto para, se classificarmos à próxima fase, conseguirmos reforçar”, revela Cláudio.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia