Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Gabriel Araújo conquista três índices para a Paralimpíada de Tóquio

Nadador do Clube Bom Pastor ainda quebra um recorde das Américas e dois brasileiros, mas aguarda convocação para os Jogos


Por Bruno Kaehler

07/06/2021 às 18h52- Atualizada 07/06/2021 às 18h55

Três vezes Gabriel Araújo. Este pode ser o número de provas que o nadador do Clube Bom Pastor vai competir na Paralimpíada de Tóquio. Isto porque o atleta radicado em Juiz de Fora alcançou, com folga, os índices nos 50m e 100m costas e nos 200m livre durante Seletiva para os Jogos do Japão disputada na última semana, no Centro de Treinamento do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Nos 50m costas, na quinta-feira (3), Gabriel, pela classe S2, precisava de atingir 1min03s61, mas registrou 56s93, recorde brasileiro. O feito se repetiu nos 100m costas, no dia seguinte, em que o índice era de 2min19s81, novamente alcançado pelo nadador natural de Santa Luzia (MG), que fez o tempo de 2min00s19, melhor marca no país para a categoria. Por fim, sábado (5), na maior prova disputada por Gabriel, os 200m livre, ele precisava completar em 4min52s46, e cravou 4min08s53, recorde das Américas.

O conteúdo continua após o anúncio
Gabriel Araújo e sua equipe estão otimistas na convocação para os Jogos de Tóquio (Foto: Ale Cabral/CPB)

As marcas eram as necessárias para que Gabriel integrasse o rol de atletas que podem carimbar o passaporte para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, já que há mais nadadores que obtiveram índices do que vagas. Logo, o CPB irá realizar uma convocação, até o fim deste mês, baseado no ranking dos concorrentes. Desta forma, Gabriel voltou para Juiz de Fora e já retomou os treinamentos na expectativa do chamado olímpico.

“Números como esses nos mostram o quanto o trabalho tem sido bem feito e todo esforço tem valido a pena. Já estamos de volta e prontos para seguirmos firmes, fazendo os ajustes finais. Obrigado a todos pela torcida e vibrações positivas, sempre fazendo a diferença!”, comemorou Gabriel, no Instagram, expondo o otimismo em participar dos Jogos.

Já o técnico Fábio Antunes destacou o cumprimento fiel do planejamento de Gabriel e de sua equipe na Seletiva, competição vital para que ele se mantivesse no páreo para Tóquio. “Nosso programa de treino foi bem executado, e os resultados alcançados. O objetivo final são os Jogos Paralímpicos de Tóquio. Agora é voltar aos treinos para estar melhor a cada dia e chegar nos Jogos ainda mais fortes”, reitera.

(Foto: Ale Cabral/CPB)

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia